Rede Top: executivo profissional ajudou no processo de unificação da central

Avaliação:

(1 Avaliação)

Sheila Hissa - redacao@savarejo.com.br -

Lojas transformadas em atacarejo elevaram vendas em 80%

Com 29 unidades e R$ 751 milhões de vendas anuais, os cinco sócios da catarinense Rede Top  formaram uma sociedade para investir em novas unidades. 

Em junho de 2019, um executivo foi convidado para fazer um pré-diagnóstico da rede. Após entregar a avaliação, foi entrevistado por todos os sócios e pelos conselheiros externos e, então, convidado para assumir a presidência da empresa. “A escolha foi pautada na sua experiência no varejo alimentar – atuou no comercial, marketing, expansão e operação de redes multinacionais e foi CEO de uma empresa familiar de médio porte. Também consideramos suas competências: flexibilidade, liderança e respeito pela história construída”, diz Paulo Cesar Lopes, sócio da rede e presidente do Conselho Consultivo.

SÉRGIO NÓIA (foto)
Ex-executivo do Walmart, Carrefour e GPA. Foi também o primeiro CEO contratado pela rede familiar Lopes, de São Paulo.

MISSÃO DO EXECUTIVO
Garantir crescimento nas lojas que pertencem aos sócios e unificar a organização. “Devo criar uma cultura única, engajar e reter talentos, além de criar métodos de trabalho em conjunto com as demais áreas da empresa”, diz o executivo.

ATRIBUIÇÕES
Acelerar a profissionalização da companhia (com metas, avaliação com base em resultados e reordenação de processos). Reposicionar os formatos diante da concorrência e liderar o planejamento estratégico para os próximos cinco anos.

PRINCIPAIS METAS
Combate à concorrência, aumento do percentual do Ebitda, crescimento de vendas, além de colocar a empresa entre as principais do Brasil.

COMO FOI O INÍCIO
O executivo elaborou um plano de curto prazo, em conjunto com os diretores, para cada área da empresa, e definiu acompanhamentos semanais. “Entrei fundo no negócio e coloquei senso de urgência nas prioridades que havíamos acordado”, comenta. “Sempre deixei claro que minhas decisões seriam baseadas no melhor para a empresa e não para um interesse específico de um sócio ou familiar”, acrescenta.

ORGANIZAÇÃO DA EQUIPE
A nova diretoria da rede foi validada pelo Conselho. Inclui três profissionais da casa (de finanças, expansão e logística) e três vindos do mercado (comercial, operações e RH).

AUTONOMIA DO EXECUTIVO
Segundo Sérgio, a entrada de um executivo de fora implica um processo de evolução e de conquista de confiança. “Presto contas mensais ao Conselho e quinzenais aos sócios sobre as questões operacionais”, explica.

O QUE JÁ FOI FEITO
O executivo reposicionou a rede com uma nova estratégia de bandeiras. Hoje, são cinco atacarejos com a marca Preceiro e 24 supermercados com o nome Top.

Leia também:

Quando buscar no mercado executivo para liderar a empresa familiar

Na Rede Rondelli, sistema de cogestão gerou bons resultados

Na gestão do SuperBom, um dos segredos são os papéis bem definidos

 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:               LinkedIn              ,              Instagram              e              Facebook              !

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade