Óleos nobres crescem 55% em valor e 34% em volume

Avaliação:

(0 Avaliações)

Tatiane Pamboukian - tatiane.pamboukian@savarejo.com.br -

Os consumidores que priorizam o consumo de alimentos saudáveis estão dispostos a pagar mais

Associados à saudabilidade, os óleos nobres tiveram crescimento nas vendas no último ano. Diversas pesquisas mostram que as pessoas se preocupam cada vez mais com a saúde, inclusive a pesquisa que a Cargill realiza no mundo todo chamada FATitudes. “Os consumidores que priorizam o consumo de alimentos saudáveis estão dispostos a pagar mais por isso”, destaca Mariana Mendel, gerente de marketing para a área de óleos e dressings da Cargill Foods no Brasil.

O produto, de maior valor agregado, traz vantagens ao varejista, mas tem algumas particularidades. Por ter desembolso maior, a decisão de compra pode ser racionalizada e levar um pouco mais de tempo para ser tomada. Mariana ressalta que, por isso, a exposição é muito importante, pois muitos consumidores não conhecem seus benefícios. “O incentivo e a boa amostragem podem despertar interesse na pessoa que não conhecia o produto e incentivar a compra. A Purilev, para facilitar o processo, possui rótulos claros, que mostram os atributos e nutrientes”, diz a executiva. Veja as recomendações dela.

  • A exposição dos óleos nobres pode ser feita na gôndola de óleos e azeites
  • Um local de exposição interessante é no corredor de produtos saudáveis
  • O cross merchandising também é uma boa estratégia, afinal, pode atrair consumidores que nem conhecem o produto


Foto: Divulgação

Portfólio
A Cargill atua no mercado de óleos nobres com a marca Purilev desde 2020, quando lançou o óleo de coco. Atualmente seu portfólio é completo e inclui versões de coco, com e sem sabor, em 200 ml e em 500 ml, além do recém-lançado óleo de abacate 250 ml

55% crescimento em valor de óleos nobres e 34% em volume, conforme levantamento da Nielsen

85% dos consumidores concordaram que vale a pena pagar mais por ingredientes de melhor qualidade, de acordo com pesquisa da consultoria Euromonitor

70% dos brasileiros estão interessados em experimentar novos sabores e ingredientes em alimentos e bebidas, segundo relatório da Mintel

Matéria publicada originalmente na revista SA Varejo de julho/2022

Leia também:

Conheça 4 categorias que crescem e possuem altas margens

Mercado plant-based começa a ser mais acessível

P rodutos com proteína concentrada devem crescer 50% até 2026

Margem dos desinfetantes seguros chega a ser três vezes maior que dos desinfetantes básicos

 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                                LinkedIn                                                                ,                                                                Instagram                                                                e                                                                 Facebook

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade