Supermercados de MS podem ser autorizados a vender remédios

Avaliação:

(1 Avaliação)

Reportagem SA Varejo -

Texto para autorizar o procedimento tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Foto: Stock Adobe

Os supermercados de Mato Grosso do Sul podem ser autorizados a comercializar Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs). Isso porque, o texto para autorizar esse procedimento que tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul já conta com o apoio da Associação Sul-Mato Grossense de Supermercados (AMAS).

De acordo com Denyson Prado, presidente da entidade, a proposta é um avanço para o setor. “O projeto vem ao encontro do que a nossa entidade defende em nível nacional, mostrando que o Estado está em consonância com o debate. Sem dúvidas, trará um grande avanço, tanto para o setor, quanto para os próprios consumidores”, afirma.

Para o deputado João Henrique Catan (PL), autor do texto, com a ampliação dos pontos de vendas o preço do produto deve cair e os consumidores terão mais opções de compra. “A questão econômica, que diz que quanto mais lugares tiverem este tipo de medicamento disponível, melhor para a população, porque há mais concorrência e os preços tendem a baixar”, explica.

O texto foi distribuído na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa e terá como relator da matéria o deputado estadual, Rinaldo Modesto (Podemos). Somente depois da análise quanto a constitucionalidade da proposta o projeto poderá tramitar na Casa de Leis.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                       LinkedIn                                       ,                                       Instagram                                       e                                        Facebook

Fonte: Campo Grandes News

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade