Dois segmentos fortes no canal farma têm espaço para crescer no varejo alimentar

Avaliação:

(0 Avaliações)

Por Redação SA Varejo -

Nutrição infantil e dermocosméticos podem gerar valor e volume de vendas em diferentes setores da sua loja

Rentabilizar as gôndolas e elevar o tíquete médio da loja é desejo de todo supermercadista. Uma das maneiras de atingir essas metas é trabalhar melhor com categorias que já são fortes, porém ainda concentram a maior parte das vendas em outro canal.

O segmento de nutrição infantil é um bom exemplo disso. Compostos lácteos, suplementos e fórmulas ainda são mais procuradas no canal farma, no entanto a Danone Nutricia – que também trabalha linhas para o público adulto/sênior – revela que o crescimento no varejo alimentar já está acelerado. A empresa participou do III Fórum Nacional de Integração Varejo & Indústria, promovido por SA Varejo, ocasião na qual o diretor de trade e vendas Luis Molina, juntamente de sua equipe, apresentou dados capazes de dar uma dimensão do potencial de crescimento do segmento no autosserviço alimentar. Um deles é o faturamento total do segmento, que fica em torno de R$ 4 bilhões, quase rivalizando com fraldas, que totaliza cerca de R$ 5 bilhões. Quer outro exemplo? Então saiba que os compostos lácteos ainda estão presentes em menos de 10% dos lares com crianças entre um e cinco anos de idade, os consumidores da categoria. O leite de vaca, cujas margens são apertadas, aparece em mais de 70% desses domicílios. Incentivar a migração pode trazer grandes resultados. 

Outra categoria em franca ascensão, porém ainda subdimensionada nas lojas do setor supermercadista, é a de skincare (cuidados com a pele). Apostar nesses produtos significa gerar vendas em valor e volume à seção de higiene e beleza, conforme ficou claro na apresentação da L'Oréal durante o evento promovido por SA Varejo. Executivos e proprietários de redes regionais de todo o Brasil ficaram sabendo que o segmento de skincare/dermocosméticos representa quase 1/3 dos negócios globais da companhia, dona de 36 marcas em seis segmentos. Um erro cometido por muitos supermercados é incluir no mix apenas hidratantes corporais, ignorando que as versões faciais também são muito importantes. Cada vez mais, a mulher brasileira está interessada em cuidas melhor de sua pele, e esse movimento tende a se intensificar já a partir de 2020. Um indício desse potencial é que o Brasil ocupa atualmente a 4a posição entre os maiores mercados de beleza no mundo, no entanto ainda é apenas o 9o em vendas de dermocosméticos, cujo crescimento é de dois dígitos ano a ano.  

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:            LinkedIn           ,           Instagram           e           Facebook           !

Comentários

Comentar com:
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade