Colaboração entre fornecedores e varejistas é caminho sem volta, mas ainda ocorre lentamente

Avaliação:

(0 Avaliações)

Por Fernando Salles -

Pesquisa inédita mostra cenário atual da relação entre varejo e indústria

Sete anos atrás, a gestão colaborativa aparecia apenas como o 14o tema mais importante para varejistas e profissionais da indústria. Hoje, está na 7a posição. A constatação é da  Advantage Group Brasil , que apresentou dados de sua pesquisa mais recente sobre Relacionamento entre Indústria e Varejo em primeira mão no Encontro Reservado.

Para Ana Fioratti, Managing Director da Advantage, esse dado revela que a colaboração veio para ficar. No entanto, esse trabalho ainda caminha de forma lenta. Não por acaso, a avaliação da indústria pelo varejo está em 55 pontos em uma escala que vai até 100, pouco diferente dos 52 pontos obtidos em 2012. A performance é parecida quando analisada a avaliação que a indústria faz do varejo, que chegou a 58 pontos em 2019, pouco acima dos 56 registrados sete anos atrás. Em ambos os casos, houve oscilação de 2 pontos para baixo nas notas atuais em comparação com as avaliações do ano passado.

Ana Fioratti fez questão de ponderar que apareceram notas bem distintas de uma empresa para outra: a menor foi 35, equanto houve companhias avaliadas com 75 pontos. Em geral, atingiram notas maiores aquelas indústrias que cumprem o que prometem, estão dispostas a trabalhar de forma colaborativa e se mostraram mais próximas do varejo, inclusive em relação a queixas básicas como nível de serviço e frequência de visitas. Após a apresentação dos resultados da pesquisa, a executiva da Advantage Group Brasil revelou quais são as oportunidades para ambos os lados reveladas pelo estudo com centenas de empresas de varejo e indústria.  

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade