Única brasileira preparada para o “apocalipse do varejo"

Avaliação:

(2 Avaliações)

Por Redação SA Varejo – redacao@savarejo.com.br -

A rede Magazine Luiza é uma das varejistas que conseguirão enfrentar a onda de fechamento de lojas físicas que vem ocorrendo globalmente. A conclusão é de um estudo do Credit Suisse. Saiba por quê

Já ouviu falar no “apocalipse do varejo”? É um termo que tem sido usado globalmente para retratar a onda de fechamento de lojas físicas pertencentes a grandes redes do setor, especialmente nos EUA, onde se intensifica desde 2010. O assunto tem preocupado tanto, que o banco de investimentos Credit Suisse fez um levantamento para identificar quem são as varejistas mundiais de capital aberto capazes de sobreviver a movimentos como esse.

A instituição considerou preço da ação e retorno financeiro sobre investimentos dos últimos cinco anos, que foram comparados com a previsão para 2019, além da presença de um braço digital forte e de preços competitivos. Entre as empresas, apenas uma é brasileira: a Magazine Luiza. A varejsta é um dos exemplos nacionais mais bem sucedidos de integração on e off line, com resultados supreendentes.

 

Veja algumas iniciativas da companhia

  • A empresa atua de forma integrada nos diversos canais: site, loja física, aplicativo. Criou até uma assistente virtual para interagir com o público
  • Seu centro de distribuição é o mesmo para todos os canais
  • Trabalha com microtransportadoras exclusivas, que se abastecem na loja mais próxima de onde foi feito o pedido. Isso agiliza a entrega a um custo viável
  • Criou o Magazine Você. Nele, o cliente monta sua própria loja virtual para revender produtos da rede, recebendo uma comissão. Hoje cerca de 50 mil pessoas aderiram ao modelo
  • Apostou na digitalização das lojas físicas. As 890 unidades têm autonomia para investir em marketing digital. Elas recebem um cartão pré-pago para fazer suas ações
  • Os 11 mil vendedores trabalham integrados ao online. Se o cliente consulta um item antes de ir à loja, a informação aparece em seu tablete. A ideia é ser mais assertivo

 

Resultados do Magazine Luiza

  • 38% Crescimento das vendas totais (inclui lojas físicas, e-commerce e marketplace) no 1ºsemestre/2018
  • 28% Alta nas lojas físicas no período
  • 54% Alta no e-commerce tradicional
  • 65% Alta no e-commerce com marketplace

Fonte: Balanço do 2º Trimestre/2018

 

Outras varejistas já preparadas,
segundo o Credit Suisse

  1. Zalando (Alemanha)
  2. ZD.com (China)
  3. Home Product Center (Índia)
  4. Burlington Stores (EUA)
  5. Asos (Inglaterra)
  6. Dufry (Suíça)

Comentários

Comentar com:
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade