Dez dicas para rentabilizar seção de higiene e beleza

Avaliação:

(2 Avaliações)

Por Redação SA Varejo - redacao@savarejo.com.br -

Exemplos de concorrentes e de redes do exterior mostram o caminho para elevar resultados na sua loja

Vários procedimentos estéticos já foram tentados, inúmeras plásticas já foram realizadas, mas a rentabilidade de higiene e beleza no varejo alimentar se mantém enrugada. A concorrência com lojas virtuais, farmácias e lojas especializadas continua sendo o terror dos super e hipermercados. Há, porém, alguns consensos entre especialistas daqui e do exterior que você deve observar.

01. Não abra ou mantenha uma grande seção de cuidados pessoais se não for para oferecer algo impactante, que mobilize a atenção do shopper. Ou seja, não reduza espaço do que realmente é bom para os resultados da rede.

02.  Se você quer mesmo ganhar dinheiro, pense em alternativas ousadas: uma seção maior do que a mercearia de alto giro, por exemplo. O consumidor precisa perceber seu compromisso com cuidados e beleza.

03.  A ambientação precisa fugir do convencional. O layout e as gôndolas devem surpreender a consumidora. Extravagância na ambientação ou uso intenso de cores e luzes podem ser uma alternativa dentro de um nicho da seção. Avalie bem o público que você tem ou quer atrair.

04.   Não seja discreto na sinalização dos produtos. É essencial evidenciar os shampoos para cada tipo de cabelo, os cremes para cada tipo de pele.

05.  O truque mesmo é tratar higiene, beleza e bem-estar de maneira integrada - exatamente como o shopper vê a categoria. Isso é importante para se criar ilhas de exposição, ofertas combinadas, promoções especiais, atividades envolvendo massagem facial, maquiagem.

06.  Itens de giro modesto, mas margem alta, precisam ganhar espaço destacado e presença nas mídias digitais; contar com demonstração dos produtos e distribuição de amostras grátis.

07.  Essencial: espelhos, itens para teste, acessórios descartáveis para aplicação de cremes e maquiagens.

08.  Produtos naturais, veganos, orgânicos podem ser outro nicho dentro do setor. Mas também precisam de “barulho” no sortimento, na comunicação e nas ações promocionais.

Whole Foods : a rede americana realiza todos os anos uma promoção especial que garante à consumidora uma necessaire cheia de produtos de beleza naturais, orgânicos, por um preço simbólico. Na edição deste ano, a consumidora pagou 20 dólares por uma bolsa cujo valor seria de 100 dólares. As 200 consumidoras mais fiéis puderam trocar produtos já usados pela bolsa.

09.  Trazer uma marca famosa de vendas diretas para a loja pode ser outro bom negócio. A Pernambucanas  e Avon , por exemplo, já fizeram uma parceria.

10.  Não se esqueça de usar os dados do seu banco e de outras fontes para entender as vontades da consumidora. Para atuar nessa área, acompanhar os lançamentos e surpreender a mulher também é fundamental.

 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:              LinkedIn             ,             Instagram             e             Facebook             !

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade