Vendas de pescados crescem acima de 30%

Avaliação:

(1 Avaliação)

Fernando Salles - redacao@savarejo.com.br -

Categoria merece atenção durante todo o ano

 

                                                

                                                                                                                                                            Foto: The Commons

Vistos como proteínas de maior valor nutricional, os pescados estão se tornando mais presentes na mesa do brasileiro. Ao contrário de outras carnes, cuja demanda estrangeira é grande, a categoria não tem sofrido variações constantes de preço. Além disso, a cadeia de produção de pescados terá até 2021 tempo hábil para aumentar sua capacidade produtiva e potencial de abastecimento.

Nesse cenário positivo, as vendas crescem entre 30% e 35%, em média, segundo a Pescados Bem Fresco. A expectativa é de avanço nos mesmos patamares no ano que vem. Hoje, a variedade líder da categoria é o Filé de Tilápia. No entanto, o camarão tem se destacado no varejo alimentar em 2020, com crescimento de 3 dígitos em algumas redes, conforme a empresa. Com o fechamento do FoodService durante parte deste ano, o produto sofreu um reposicionamento de preços para o varejo, o que aumentou a atratividade ao consumidor

Para garantir bons resultados, é importante olhar os peixes congelados como potenciais agregadores de valor. “Historicamente é uma categoria que recebe atenção apenas no período da Quaresma, mas, de alguns anos para cá, vem se tornando um importante gerador de fluxo e margem para os varejistas em todos os períodos do ano”, diz Rafael Rocha, diretor comercial e de marketing.

“O filé de tilápia representa até 40% das vendas. em alguns meses, chegamos a registrar crescimento de demanda na casa de 80%”

RAFAEL ROCHA
Diretor comercial e de marketing da Pescados Bem Fresco

RECOMENDAÇÕES
O diretor da Pescados Bem Fresco alerta para:

SORTIMENTO
O mix ideal é composto de 5 a 6 espécies de pescados que geralmente representam 80% do faturamento da categoria e que permitem boas opções de escolha para o consumidor.

PREÇO
Por ser uma categoria em desenvolvimento, as margens aplicadas não devem ser maiores do que das categorias similares de outras proteínas, como frango e suínos.

OFERTAS
Ações de rebaixa de preços fora do período de Quaresma podem gerar aumentos de até 30% do volume de venda dos pescados. Alternar as espécies de pescados ofertadas também é uma boa opção, pois ajuda a desenvolver o mix da categoria.

VISIBILIDADE
Os pescados precisam estar bem posicionados junto às demais proteínas e devidamente precificados para que a comparação na hora da escolha do consumidor seja justa.

ARMAZENAGEM
Nesse quesito, é importante garantir o bom funcionamento dos equipamentos de conservação de congelados, uma vez que os produtos são sensíveis a variações de temperatura.

 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                  LinkedIn                 ,                 Instagram                 e                 Facebook                 !

Veja mais sobre: Pescados, Peixes, Frutos do Mar

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade