Vendas da Nestlé crescem 2,2% de janeiro a setembro

Avaliação:

(2 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Brasil foi um dos países que mais impulsionou o crescimento orgânico, com destaque para chocolates, café e leites fortificados

Foto: Divulgação

A Nestlé SA informou que as vendas nos nove meses do ano cresceram 2,2%, para US$ 68,60 bilhões. Com o bom resultado, a empresa aumentou a projeção de crescimento orgânico nas vendas para o ano entre 6% e 7%, ante o guidance de 5% a 6%. Essa é a segunda vez consecutiva que a empresa eleva a projeção para o ano.

O crescimento orgânico das vendas foi de 7,6%, com crescimento interno real de 6%, disse a empresa. Os preços aumentaram para 1,6%, acelerando para 2,1% no terceiro trimestre.

O Brasil, ao lado da Índia, do México e da Rússia, foi um dos mercados que mais contribuíram para o crescimento orgânico das vendas. Aqui, a empresa reportou crescimento de dois dígitos, refletindo a forte demanda no segmento de doces, principalmente chocolates, cafés e leites fortificados.

Os mercados emergentes tiveram um crescimento orgânico de 8,3% ante um avanço de 7,1% dos mercados desenvolvidos. No consolidado, a gigante de alimentos e bebidas continuou a ver crescimento consistente no varejo, de 6,6%, mas com recuperação do canal fora do lar, que cresceu 22,8% após um tombo de 31,5% no mesmo período de 2020.

A Nestlé disse que o crescimento foi apoiado pelo ímpeto contínuo das vendas no varejo, uma recuperação constante nos canais externos, bem como aumento de preços e ganhos de participação de mercado.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                                            LinkedIn                                                                           ,                                                                           Instagram                                                                           e                                                                           Facebook   

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade