3 alicerces para a fortalecer a relação varejo e indústria

Avaliação:

(0 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Eles foram discutidos em evento de SA Varejo, no qual importantes indústrias compartilharam online seus planos de desenvolvimentos com mais de 400 varejistas

Confiança, Transparência, Proximidade. Esses são requisitos fundamentais para a verdadeira jornada colaborativa entre os varejistas e seus fornecedores, como ressaltou Sergio Alvim, CEO da SA Varejo (foto acima), ao dar início ao evento, 100% online. O Fórum, que aconteceu no final de março, foi acompanhado, ao vivo, por mais de 400 varejistas de todo o Brasil. 

Durante o evento foi reforçado o novo portfólio de produtos da SA Varejo, que se expadiu significativamente desde o ano passado. Entre as iniciativas, está o Grupo de Conselheiros . Trata-se de um serviço online que conta com a participação de especialistas do varejo e da indústria em diversas áreas com o objetivo de ajudar as empresas dos dois setores, além de serviços, a desenvolver pontos estratégicos do negócio e a se preparar para o longo prazo.

 

 

Nasce a Liga de Supermercados

Anunciada em primeira mão durante o 6º Fórum, a iniciativa foi criada para viabilizar a utilização dos recursos de CRM nas redes regionais com faturamento anual superior a R$ 300 milhões. A ideia foi desenvolvida em uma parceria da SA Varejo com a Méliuz, empresa de tecnologia que oferece soluções digitais para conectar marcas e consumidores por meio do seu marketplace e da oferta de serviços financeiros.

“Vimos uma oportunidade de capturar o dinheiro que a indústria investe nas mídias sociais e destinar de forma direta ao varejo. É uma das vantagens que a Liga de Supermercados está trazendo”
LUCAS MARQUES - COO da Méliuz, sobre a iniciativa em parceria com a SA Varejo

 

Varejistas convidados na plateia virtual (da esq. para a dir., de cima para baixo): Adilson Corrêa – Gerente comercial geral do Super Muffato ; Bruno Bragancini Junior – Diretor-geral do Enxuto Supermercados ; Van Fernandes – Presidente do Grupo Vanguarda ; Gladdys Albuquerque – Diretora comercial do Centerbox Supermercados ; Ricardo Roldão – Diretor-presidente do Roldão Atacadista ; Thulio Fernandes Martins – Vice-presidente comercial e marketing do Super ABC

 

Fornecedores e palestrantes que participaram

FortBrasil , GS Retail , Güds , Heineken , L’Oréal , McKinsey , MegaMidia , Niduu , Ypê

 

“Varejo e indústria precisam trabalhar unidos e com a ferramenta certa para oferecer o que o cliente deseja. Temos casos de grandes indústrias que se uniram conosco e cresceram mais de 300%”
VAN FERNANDES - Presidente do Grupo Vanguarda

 

Multiplicidade de canais é desafio para o sortimento

Nada menos do que 84% das redes com vendas acima de R$ 1 bilhão são multicanais. Elas buscam atender o cliente em momentos diferentes e, com isso, abocanhar maior share of wallet. No entanto, a crescente complexidade de formatos e do comportamento do consumidor aumenta o desafio sobre o sortimento inteligente, fundamental para fidelizar consumidores, transmitir o posicionamento, elevar vendas, massa de margem e demais indicadores de performance financeira. A análise foi feita por Alessandra Morita, head de conteúdo da SA Varejo, que compartilhou com o público do 6º Fórum estudos sobre o setor e indicadores observados na nova edição da Pesquisa de Preferência de Marcas, publicada em abril/2021. O público ficou sabendo que as marcas que mais crescem em preferência no varejo estão alinhadas, sobretudo, a cinco novos comportamentos do brasileiro: cozinhar em casa limpeza/proteção trabalho home office busca por indulgência lazer na própria residência.

 

MCKINSEY ESTRATÉGIAS DEVEM BENEFICIAR VAREJO, INDÚSTRIA E CONSUMIDORES

Uma revolução ocorre no varejo alimentar desde que a pandemia começou a causar impactos no Brasil. Para atualizar o cenário e mostrar como gerar valor para todos os elos da cadeia de distribuição, a McKinsey destacou um time de especialistas para abrir o Fórum com insights importantes. Eles detalharam três aspectos fundamentais no momento atual.Confira um breve resumo:

Omnicanalidade e Experiência do Consumidor

Tracy Francis, sócia sênior, lembrou que 47% dos consumidores estão recorrendo a canais online para comprar alimentos. Metade afirma que vai continuar após a pandemia. E mais: quem está comprando não só na loja física, mas também pelo e-commerce, elevou seu gasto anual em 2 a 3 vezes.

Personalização

Para Fernanda Hoefel, sócia da McKinsey, a personalização nada mais é do que a essência do varejo – de conhecer o cliente pelo nome – repaginada, agora com novas possibilidades tecnológicas e ganhos de escala. Redes têm conseguido, com a ajuda da gestão de dados, resultados expressivos. “Ao investir na fidelização, há mais chance de o cliente comprar com você no mês que vem e também nos outros canais. O varejo sempre pensou na receita do mês, do ano. Agora é possível considerar o LTV (life time value) do consumidor”, analisou, acrescentando que fidelização vai além de fazer promoção por meio de app: “não é só oferta, mas experiência.”
 


TIME DE ESPECIALISTAS DA CONSULTORIA: Tracy Francis (1ª acima), Fernanda Hoefel e Roberto Tamaso

Colaboração Varejo, Indústria, Consumidor (ganha-ganha-ganha)

“Empresas de desempenho superior destacam-se pelo alto nível de colaboração entre varejo e indústria”, deixou claro Roberto Tamaso, sócio da prática de varejo. Ele reforçou ao público varejista a importância de as partes terem confiança mútua, utilizando as mesmas métricas desde o começo e definindo claramente quais são os parâmetros de sucesso para ambos.

YPÊ MAIS INTELIGÊNCIA REGIONAL

“Estamos crescendo e também estamos na liderança em diversas categorias”

MARCIO BRIZ AMURI
Diretor nacional de vendas

A Ypê aprimorou sua estrutura comercial e agora conta com diretores regionais e profissionais seniores atuando na ponta. Tudo para atender ainda melhor o varejo de todo o Brasil, com agilidade nas tomadas de decisão.

Dona de um portfólio de produtos com ampla presença nos lares brasileiros, a fabricante continua conquistando mais consumidores. Marcio Briz Amuri, diretor nacional de vendas, lembrou que a empresa segue líder em market share volume em categorias importantes, a exemplo de lava-louças, sabão em barra, lava-roupas em pó e amaciante tradicional. Na cesta de limpeza, chegou a 18,3% de representatividade em valor contra 17,3% do ano passado.

Investimentos em 3 frentes

Durante o Fórum, os varejistas conheceram lançamentos, investimentos em plataformas e ferramentas digitais, além das frentes de fortalecimento da relação colaborativa com o setor neste ano. Alguns exemplos de iniciativas já disponíveis são a criação do time de trade digital e a possibilidade de realizar o JBP também em formato online.

Durante o Fórum, os varejistas conheceram lançamentos, investimentos em plataformas e ferramentas digitais, além das frentes de fortalecimento da relação colaborativa com o setor neste ano. Alguns exemplos de iniciativas já disponíveis são a criação do time de trade digital e a possibilidade de realizar o JBP também em formato online.

 

L’ORÉAL NOVA RELACAO COM O VAREJO ALIMENTAR

 


MIGRAÇÃO Nelson Marin Rodrigues Junior, diretor de vendas, explica que o varejo capturou consumo das perfumarias

Em 2020, a maior empresa global de cosméticos cresceu 10,5% no Brasil. A L’Oréal reestruturou todo o seu canal de atendimento e hoje conta com uma área para atender o varejo alimentar, potencializando oportunidades de vendas e rentabilidade em três segmentos:

Cuidados com os cabelos

Dados da Nielsen mostram que, pelo segundo ano consecutivo, a marca internacional de produtos capilares que mais cresceu foi Elseve, com avanço de 12% em 2020. Segundo Nelson Marin Rodrigues Junior, diretor de vendas, 60% do incremento veio de inovações. Hidratação é um mercado considerado de forte potencial de crescimento, e uma grande novidade é a linha Elseve Hidra Hialurônico.

Coloração

No mercado de tinturas para cabelos, a pandemia fez com que o consumo migrasse de perfumarias e salões de beleza para o autosserviço – além do canal farma.É o momento, portanto, de o setor supermercadista ajustar sortimento e exposição, com foco nas nuances que, juntas, representam 70% do sell out.

Dermocosméticos

Outro segmento cujas vendas disparam com ajuste de mix e planograma é o de dermocosméticos, a exemplo de produtos anti-idade e com foco em hidratação, cuja penetração ainda é baixa. Quem acompanhou o Fórum conheceu o case da rede paranaense Condor, que elevou em 153% as vendas em unidades após trabalho em parceria com a L’Oréal que envolveu as 3 regras de ouro: bloco de marcas, aumento da categoria e mix correto.


HEINEKEN ALEM DAS CERVEJAS PREMIUM, FOCO NAS ARTESANAIS

RELACIONAMENTO
Marcos Brandli, diretor regional off premisse Nordeste (à dir., acima), e Gilney Vagula, diretor regional off premisse Sul/Sudeste (à dir., abaixo), e Ricardo Sabatine (à esq), do time da cervejaria


As cervejas premium vêm crescendo em ritmo mais acelerado do que o mercado: em 2020 o avanço foi de 37%, puxado por um público exigente e consciente. A marca Heineken segue, com folga, na liderança do segmento, com 42,3% de share valor.

Além do premium, a empresa aposta em outro segmento que garante boa margem de contribuição ao varejo, as cervejas craft (artesanais), no qual atua com as marcas Baden Baden, Eisenbahn e Lagunitas. Globalmente, esse mercado registra crescimento exponencial e já é uma realidade no Brasil, tendo, inclusive, registrado o maior crescimento da categoria no ano passado. Para otimizar vendas e ganhos na sua loja, a Heineken pondera que a gôndola precisa refletir a demanda do mercado. A empresa analisou estudos e percebeu que cerca de 85% das vendas de cerveja craft se concentram em 4 estilos. Depois que simplificou seu portfólio para Lager, Weiss (trigo), Ipa e Blond & Ale, a fabricante dobrou o market share em cervejas craft, saltando de 19% há dois anos para 38% agora. Outra dica, compartilhada pela Heineken durante o fórum, é que, seguindo o fluxo, a exposição do segmento craft deve ser das mais escuras/intensas até as mais claras/leves.

“O novo acordo comercial com o sistema Coca-Cola vai ser muito bom para ambas as empresas, varejistas e consumidores”

RICARDO ALEXANDRE SABATINE - Diretor Senior Off Premisse da Heineken, sobre a transição das marcas Heineken e Amstel para a rede de distribuição do Grupo Heineken Brasil, que deve ter efeitos a partir do meio do ano

 

FORTBRASIL CREDITO E GESTAO DE DADOS


Especialista em cartão private label e co-brand, a FortBrasil é uma empresa antenada com o Varejo 5.0, que utiliza dados e tecnologia para agilizar processos e gerar decisões melhores.

A empresa faz a administração do cartão como um todo, cuidando de cada etapa, como força comercial, concessão de crédito, aprovação de limites – o que ocorre em segundos –, cobrança e atendimento.

A FortBrasil conta, ainda, com CRM white label desenvolvido para o varejo. Por meio da plataforma DuBom é possível conhecer melhor os hábitos de compra dos clientes. Isso porque o programa de fidelidade captura dados e permite entender como está o comportamento do consumidor. Por um app, o varejista gerencia esses dados, acessa relatórios, verifica os KPIs, informações fundamentais para aprimorar a experiência de compra dos shoppers. Durante o Fórum, a fintech apresentou o case de uma rede regional com 10 lojas que lançou seu cartão há cerca de um ano e, desde então, colhe excelentes resultados

 

“A digitalização é fundamental não apenas na venda, mas em todo o ciclo de relacionamento. Até 2019 nossa central de atendimento recebia quase todos os contatos, agora os clientes preferem ser atendidos pelo nosso aplicativo ou via WhatsApp”

JOSÉ PIRES DE OLIVEIRA NETO - Co-Founder e Diretor Comercial da FortBrasil

 

 

NIDUU TECNOLOGIA AGILIZA TREINAMENTOS

Aprendizagem e treinamento contínuos estão entre os pilares do crescimento de redes varejistas como o Grupo Mateus. E esse trabalho pode ser feito com a ajuda de ferramentas tecnológicas de capacitação adequadas à realidade do setor.

É justamente isso que a Niduu oferece. Mais de 30 redes supermercadistas já utilizaram sua plataforma de capacitação online que permite treinar colaboradores em diversas áreas, de forma simples, a partir de um app de celular, sem retirar os profissionais de seus postos de trabalho. “Estamos em uma nova era do EaD, com vídeos curtos, microlições rápidas, jogos para o colaborador melhorar o aprendizado. Tudo para deixar esse processo mais leve e eficiente”, destaca Rômulo Martins, co-CEO da Niduu.

APRENDIZADO LEVE E EFICIENTE é o que oferece o app da empresa, detalhado pelo co-CEO Rômulo Martins

Um dos clientes é o Roldão Atacadista, que preferiu disponibilizar uma sala em cada uma das 35 lojas com 3 computadores e 1 tablet, diante da restrição da rede quanto ao uso de celular nas lojas.

“Treinamos mais de 1.000 operadoras de caixa com dispositivos digitais. De outra forma não conseguiríamos isso em 3 meses”

RICARDO ROLDÃO
Diretor-presidente do Roldão Atacadista

Niduu no Roldão -3 HORAS redução no tempo de ausência das operadoras do caixa

99% de engajamento

NOVAS OPORTUNIDADES PARA O VAREJO

GÜDS ALIMENTOS
SAUDABILIDADE E SABOR

 

Consumir alimentos saudáveis e, ao mesmo tempo, saborosos é uma tendência que ficou ainda mais evidente na pandemia. Esse é justamente o foco da Güds, empresa nascida em Minas Gerais que se preocupa em produzir comida de verdade, com os melhores ingredientes. Eduardo Jones, CEO da fabricante, apresentou ao público o portfólio de alto valor agregado da empresa, cujo carro-chefe são as granolas, nas versões premium e extra premium, que em algumas redes já despontam na liderança em vendas da categoria. Somente em 2020, a marca cresceu 25%.

GSRETAIL
TECNOLOGIA E GESTAO DE RESULTADOS

Com larga experiência no trabalho com tecnologia dentro dos supermercados, a GS Retail está focada na consultoria para gestão de resultados. “A partir da plataforma GS Inovar, trabalhamos para melhorar a gestão das redes, ajudando as empresas do setor a ganhar mais dinheiro”, resumiu José Ângelo Gambaroni, sócio-diretor. Na prática, a ferramenta se integra aos sistemas e agrupa uma série de informações que permitem planejar ações efetivas a partir de análises detalhadas e indicadores confiáveis, com impacto positivo na gestão operacional, comercial, financeira, de controladoria e business intelligence. Dentre as diversas funcionalidades, permite compartilhar e acompanhar metas com fornecedores – viabilizando a colaboração entre varejo e indústria.

MEGAMIDIA DIGITAL SIGNAGE E RADIO CORPORATIVA

A rádio corporativa tem um papel importante na experiência de compra. “Ela garante 100% de impacto junto ao público frequentador da loja”, destacou Eduardo Jaime Martins, CCO da empresa, lembrando que, além de programação musical licenciada pelas gravadoras, comporta, por exemplo, informações e anúncios de promoções, gerando aumento de vendas e contribuindo para a fidelização. A MegaMidia cuida da programação diária, automatizada e definida loja a loja.

Outra estratégia de comunicação no PDV fornecida pela empresa é a solução Digital Signage – painéis de TV com padronização de conteúdo, gerenciados de forma remota, de acordo com a estratégia de cada loja. Eles combinam entretenimento, conteúdo e merchandising

Fotos: André Velozo

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                        LinkedIn                                       ,                                       Instagram                                       e                                       Facebook         

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade