Supermercados mudam mix de sabonetes diante de aumento nos custos e novo padrão de consumo

Avaliação:

(2 Avaliações)

Sheila Hissa - redacao@savarejo.com.br -

Conheça exemplos das redes Princesa, Muffato e Coop

Fotos: Freepik

Na cidade do Rio de Janeiro, onde as perdas salariais e o desemprego são agudos, varejistas tiveram de se adaptar aos novos padrões de consumo. Para a rede Princesa, 26 lojas na capital e outros municípios fluminenses, o aumento no custo dos sabonetes chegou à média de 45%. A empresa teve de repassar boa parte desse percentual ao consumidor final, porém adotando uma nova postura em relação ao sortimento. A solução foi aumentar o mix de marcas e versões para oferecer um leque maior de opções ao cliente.

Hoje o sortimento contempla:

06 Marcas de sabonete líquido

10 SKUs desse segmento

10 marcas de sabonetes em barra

34 SKUs desse segmento

Com a retomada do turismo, a rede Princesa espera que o verão aqueça as vendas de sabonetes. Mas, a partir de março, as dúvidas sobre esse mercado, diante do cenário econômico, devem voltar à tona. “Como o aumento consistente do emprego e da renda ainda são incertos, só nos cabe ficar de prontidão e ajustar a operação rapidamente”, afirma João Márcio Castro, gerente comercial da varejista. “Muita coisa muda, menos as necessidades do cliente”, ressalta.

“O mix completo não está presente em todas as lojas, mas todas as filiais dispõem de variedade de preços”, explica João Márcio Castro, gerente comercial da empresa.

Além disso, a varejista aumentou a presença das embalagens econômicas e dos packs, que têm boa saída.

O sabonete líquido, que explodiu em vendas no momento mais grave da pandemia, caiu em volume e faturamento e hoje responde por 25% da receita. Já a versão em barra cresceu em valor e responde por 75% das vendas.

“Se compararmos os resultados de 2021 aos de 2019, perceberemos que a pandemia deixou um legado positivo no consumo de sabonetes”

João Márcio Castro
Gerente comercial do Princesa (RJ)

No Paraná e Interior de São Paulo a rede Muffato espalha suas 74 lojas de diversos formatos por 27 munícipios desses dois Estados e alcança cidades com economia local forte, o que determina vendas e decisões. A empresa adaptou a categoria para enfrentar o aumento no preço, mas mudando o volume comprado, sem mexer nas 13 marcas e na média de oito SKUs por marca.

Adilson Corrêa, gerente comercial geral da varejista, comenta que marcas intermediárias e de média qualidade estão girando mais do que o normal, porém sem afetar muito as vendas de marcas consolidadas. O aumento médio de 20% no custo da versão em barra, repassado ao preço final, não desencorajou o consumidor. “Enfrentamos apenas alguma retração na margem, por conta do alto giro de packs promocionais, mas isso é reflexo do momento desafiante que vivemos”, diz o executivo.

“Hoje, a disponibilidade da mercadoria é mais importante para a rede do que outras variáveis”

Adilson Corrêa
Gerente comercial geral do Grupo Muffato

Na grande São Paulo e interior do estado, packs e embalagens econômicas também têm sido as grandes responsáveis pela preservação das vendas na rede Coop com 31 lojas de supermercados e 79 drogarias em várias cidades

E é no manejo do sortimento que a rede tem igualmente adequado a oferta à procura. A empresa transferiu algumas marcas e fragrâncias de versões em barra para líquida, porém mantendo a presença de 14 marcas e 180 SKUs. Diana Queiros Silva Santos, gerente de compras da rede, afirma que a parceria com a indústria em ações promocionais tem sido outro recurso para manter o equilíbrio nas vendas.

Na indústria Flora a satisfação com o giro dos sabonetes e a parceria com os varejistas também estão presentes. A marca Francis desenvolveu ações de marketing e trade que favoreceram as vendas e apresentou aumento de duplo dígito de janeiro a setembro de 2021, em comparação ao mesmo período de 2020. Utiyama diz que os materiais de PDV têm sido pensados com o varejista. De julho a setembro deste ano, a empresa lançou sabonete líquido com produtos transparentes, trouxe uma embalagem mais sofisticada e fragrâncias de sucesso de sabonetes em barra. Neste último trimestre, estreou na categoria premium com a linha Infusão Floral. São sabonetes veganos, de 150 g, que contam com o selo Veganismo.org.br, e embalagens recicláveis.

“Distribuímos amostras grátis de lançamentos e relançamentos, realizamos ações em redes sociais para alavancar o awareness e o alcance da marca e apoiamos as ações dos clientes”

Maurício Utiyama
Diretor de negócios de pele da Flora

 

Leia também:

Sabonetes: tíquete médio cresce 22%

 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                                                                    LinkedIn                                                                                                   ,                                                                                                   Instagram                                                                                                   e                                                                                                   Facebook   

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade