Supermercados do Rio de Janeiro crescem 1% nominal

Avaliação:

(1 Avaliação)

Alessandra Morita -

Faturamento alcançou R$ 39,3 bilhões e representa 11% do total do autosserviço

O varejo alimentar do Rio de Janeiro registrou um crescimento nominal de 1% em 2018 sobre o ano anterior. Com isso, atingiu um faturamento de R$ 39,3 bilhões, o que representa 11% do total do setor no País. A informação é da Asserj (Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro) e da Abras (Associação Brasileira de Supermercados).

A expectativa é de uma melhora neste ano, com alta nominal de 3%, segundo Fábio Queiróz, presidente da Asserj e vice-presidente da Abras, que falou à SA Varejo durante a 31ª Super Rio Expofood, evento realizado na capital fluminense, que terminou ontem (21/03) e reuniu aproximadamente 50 mil profissionais do setor de todo o País. Eles puderam acompanhar 100 horas de conteúdo disponível entre workshops e painéis.

Para Queiróz, o futuro do varejo, em um mundo em que a tecnologia assume um papel de grande importância, passa por oferecer “valor” ao consumidor. De acordo com ele, o maior exemplo disso foi o Walmart, cujo posicionamento mudou de Preço Baixo Todo Dia para Economizar Dinheiro é Melhor.

“Em cinco anos, o setor estará transformado”, afirma. Queiróz acredita que há muitas decisões que o varejo precisa tomar para fazer frente às mudanças que virão. Para ele, há questões como aumentar a área de vendas para oferecer experiência de compras ou expandir o depósito e transformar a loja em um local de distribuição de produtos. E faz um alerta: “Ainda há muita dificuldade em extrair dados do consumidor e tomar decisões a partir deles. É preciso avançar mais nisso”, completa o presidente da Asserj.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:   LinkedIn  Instagram  Facebook  !




 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade