Só há uma maneira de ampliar sell out e margem de forma conjunta

Avaliação:

(8 Avaliações)

Fernanda Vasconcelos - redacao@savarejo.com.br -

Lideranças de BR Spices, Cargill Foods, L’Oréal e Ypê revelam o caminho para varejo e indústria elevarem de forma consistente os seus resultados neste ano

Indústrias e varejistas devem entender o consumidor verdadeiramente, pois não há outra maneira de ampliar vendas e rentabilidade de forma sustentável. É o que avaliam executivos da área comercial da indústria. Confira!


Foto: Divulgação

“Tanto a indústria quanto o varejo aprenderam que é possível trabalhar em um modelo híbrido, combinando reuniões presenciais e por videoconferência. Acredito que esse modelo ‘híbrido’ será utilizado em 2022 e nos próximos anos, e pode ser bastante efetivo se for bem conduzido. É importante reforçar, contudo, que o contato humano, presencial, continuará sendo fundamental e insubstituível. A palavra de ordem agora é ‘colaboração’, em que a troca de informações e trabalho conjunto levam a uma equação não de soma, mas de multiplicação de resultados para todos. Em 2022, faremos grandes campanhas, promoções e lançamentos de novos produtos que, com certeza, estimularão muito o sell out dos varejistas, gerando crescimento para as categorias em que estamos presentes. Quando a indústria e o varejo, conjuntamente, colocam como seu objetivo maior a satisfação do cliente final e trabalham em sinergia, os resultados são extraordinários”
Gilson Mazetto - Vice-presidente Comercial & Marketing da Ypê

Foto: Divulgação / Eduardo de Sousa

“A pandemia intensificou alguns comportamentos do consumidor que vinham se destacando nos últimos anos, como a gourmetização, a busca por variedade e o apreço pela saudabilidade. Esses fenômenos devem se manter daqui para a frente. Nesse cenário, a relação entre indústria e varejo tem que ser de diálogo e construção. Cada vez mais queremos que esse relacionamento com nossos parceiros e com o consumidor final reflita as novas demandas da sociedade. Confiança verdadeira, compartilhamento e empatia são conceitos importantes, que parecem novos, mas estão na base do relacionamento que a Cargill Foods tem e quer continuar tendo com seus clientes. Aqui, a gente tem como valor colocar as pessoas em primeiro lugar, e isso passa pela empatia. No contato com os clientes, mais do que conversar com uma empresa ou marca, somos pessoas conversando com outras pessoas. E essa troca é enriquecedora, sempre traz um aprendizado e nos permite continuar prosperando em todos os sentidos dessa palavra”
Eduardo Baldresca - Diretor comercial da Cargill Foods

Foto: Divulgação

“Transparência e comunicação fluida, é isso o que deve direcionar a relação entre varejo e indústria a partir deste ano. Temos que ser sinceros e abertos uns com os outros para superar os desafios que aguardam o setor. A concorrência vai se acirrar, vários canais vão disputar os clientes e, por isso, cada detalhe fará diferença. A indústria pode ajudar o varejo de várias formas. Na L´Oréal, enxergamos a inovação como extremamente relevante. É uma forma de desenvolver as categorias e criar novos estímulos de consumo. Se 95% dos lares usam shampoos, temos que fazer com que eles também usem cremes de pentear e outros tantos produtos capilares. A indústria quer ativar o consumidor onde ele estiver: rede social, marketplace, varejo especializado. Mas o autosserviço alimentar tem a vantagem de ter o consumidor em sua loja com maior frequência. É preciso reverter essas visitas em vendas. Quanto mais parceria entre o varejo e a indústria, melhor será para ambos”
Nelson Marin - Diretor comercial da L’Oréal

Foto: Divulgação

“Nosso foco é seguir colaborando de forma intensa com o varejo, fornecendo informações atualizadas para desenvolver categorias, compartilhando com o varejo os insights do shopper, tendência de consumo e o mix ideal para cada perfil de loja. O varejo tem evoluído na colaboração com a BR Spices de maneira impressionante. Somos muito gratos por essa atitude e para 2022 queremos estar mais próximos, compartilhar nossos objetivos e intenções e saber o que é desejo do varejo. A BR Spices quer evoluir na recomendação de ações, e o varejo pode contribuir permitindo testar novidades e criar boas práticas das categorias no PDV. Nós nos entregamos totalmente ao desafio diário de crescer em sell out e ampliar margem. Acreditamos que, para superar os objetivos com resultados consistentes e duradouros, é preciso praticar uma confiança verdadeira, compartilhar conhecimentos e empatia”
Ricardo Gobatto - Diretor comercial da BR Spices

Matéria publicada originalmente na revista SA Varejo de janeiro/2022

Leia também:

Transparência, confiança verdadeira e conhecimento

Para a indústria, sucesso da relação com o varejo começa com o vendedor

Tecnologia e serviços são essenciais como suporte ao crescimento da sua empresa

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                                                                           LinkedIn                                                                                                          ,                                                                                                          Instagram                                                                                                          e                                                                                                          Facebook

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade