Setor supermercadista registra 69 lojas inauguradas ou em reforma

Avaliação:

(0 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

O número foi alcançado em dois meses e ajudou a gerar mais de 30 mil postos de trabalho

Foto: istock

O setor de supermercados segue apresentando em expansão. Segundo a  Associação Brasileira de Supermercados (Abras) , somente entre abril e maio foram abertas 24 novas lojas no Brasil. E outras 45 passaram por grandes reformas. O efeito imediato desses investimentos aparece inclusive na geração de empregos: 30.883 postos de trabalho foram abertos no setor entre janeiro e maio de 2021.

“O varejo continua investindo. O varejo continua empregando. Hoje temos cerca de 2 milhões de trabalhadores de emprego direto e quando olhamos indireto chegamos a um pouco mais de 3 milhões. É o setor da economia que mais emprega no país”, disse Márcio Milan, vice-presidente institucional e administrativo da associação. Ele disse ainda que meta de crescimento de vendas para o setor supermercadista, de 4,5% para o final do ano, pode ser revisada no segundo semestre.

Nos cinco primeiros meses do ano, a entidade apurou um crescimento de 5,32% no Índice Nacional de Consumo (INC). Em maio, o índice cresceu 2,88% ante o mesmo período de 2020 e, na comparação com abril deste ano, a alta foi de 1,98%. 

“O crescimento vem em todos os canais de distribuição, com as vendas no e-commerce subindo muito por causa da pandemia e isolamento social”, disse Márcio Milan, vice-presidente institucional e administrativo da associação.

O desempenho do setor foi puxado ainda pela antecipação da primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionista do INSS na segunda quinzena de maio e também pelo pagamento do auxílio emergencial.  “O planejamento feito em 2020 para os primeiros meses agora de 2021 está sendo realizado. E o resultado está aparecendo”, ressalta Milan.

Em maio, a cesta Abrasmercado fechou valendo R$ 653,42, um crescimento de 22,3% na comparação com maio de 2020 (R$ 534,48). A cesta considera 35 produtos de largo consumo nos supermercados pelos brasileiros. Na comparação com o mês anterior, abril, a cesta apresentou expansão de 1,52%, acima do IPCA Alimentos (0,44%) e do IPCA (0,83%) - vale destacar que são cestas que consideram produtos diferentes. No acumulado dos 12 meses até maio, o óleo de soja aparece como o item da cesta da Abras que mais subiu (91%), seguido pelo arroz, com alta de 56,4% e carne dianteiro, com 44,1%.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                    LinkedIn                                   ,                                   Instagram                                   e                                   Facebook                                   !

Fonte: Valor Econômico

Veja mais sobre: Abras, INC, Abrasmercado, cesta

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade