Redes Hortifruti e Natural da Terra podem ser vendidas

Avaliação:

(10 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Fundo dono de 100% das ações está aberto a propostas. Abertura de capital é outra possibilidade

Dois anos após comprar 100% das ações das redes Hortifruti e Natural da Terra , o fundo Partners Group, com sede na Suíça, iniciou processo para venda total ou parcial das varejistas especializadas em FLV, que somam mais de 50 lojas em 4 estados: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

De acordo com o jornal Valor Econômico , já estão em andamento conversas com bancos de investimento como BTG Pactual, Credit Suisse e J. P. Morgan. Deve ocorrer na próxima semana definição sobre qual instituição financeira irá liderar a oferta de "dual track", terminologia do mercado de capitais para definir quando uma empresa conduz de forma paralela um IPO e um processo de fusão ou aquisição.  

A estratégia costuma ser usada para ganhar tempo na decisão sobre o que é mais vantajoso: abrir capital na Bolsa ou vender a empresa (parcial ou integralmente). De fato, o Partners Group não parece ter pressa. O plano inicial é um IPO no meio do ano que vem, o que daria início à saída parcial do fundo. No entanto, os suíços estão prontos para ouvir propostas de redes físicas e de comércio eletrônico interessadas em comprar a operação de varejo controladora das bandeiras Hortifruti e Natural da Terra.

"O entendimento hoje é que uma transação privada não ofereceria um ‘valuation’ melhor que o mercado de capitais, mas o fundo está aberto a propostas”, revelou ao Valor Econômico uma fonte com conhecimento do assunto.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:     LinkedIn    ,    Instagram    e    Facebook    !

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade