Programas de capacitação do GPA visam o desenvolvimento de negros e mulheres na companhia

Avaliação:

(0 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Treinamentos, que buscam ampliar a diversidade e a inclusão no ambiente corporativo, já contabilizam resultados positivos


Mirella Gomiero, diretora executiva de recursos humanos, tecnologia e sustentabilidade do GPA
Foto: Divulgação


Dois programas internos implementados pelo GPA visam fomentar um ambiente mais inclusivo. Um deles é destinado ao desenvolvimento de colaboradores negros e o outro ao de mulheres que trabalham na companhia. Para Mirella Gomiero, diretora executiva de recursos humanos, tecnologia e sustentabilidade da companhia, iniciativas como essas são exemplos de ações afirmativas que estão sendo adotadas.

“Elas estão em linha com a Política de Diversidade, Inclusão e Direitos Humanos do GPA, que estabelece as diretrizes para tornar o ambiente interno mais acolhedor, livre de discriminação e com mais igualdade de oportunidades entre diversos públicos, incluindo mulheres e negros. Acreditamos que uma empresa diversa colhe bons frutos tanto no que diz respeito aos resultados do negócio, quanto no desenvolvimento das pessoas que fazem parte dele”, explica a executiva. 

Lançado em maio deste ano, o “Programa de Desenvolvimento para Negros e Negras” discute temas como racismo e sociedade, autoestima e marca pessoal, educação financeira, comunicação empresarial, liderança, entre outros. Podem participar todos os profissionais das lojas e da administração, com exceção de gerentes e superiores. A carga horária é de 24 horas de conteúdo formal e seis horas de conteúdo extra. De acordo com a companhia, 50% dos colaboradores se declaram negros. Eles ocupam 37% dos cargos de liderança
 

“Incrível é palavra que define essa iniciativa, uma busca contínua no desenvolvimento do time, ampliando o leque da diversidade no âmbito racial, o que me deixa feliz como mulher negra. A troca de experiências, dinâmica e conhecimento proporcionados em cada treinamento vem contribuindo de forma positiva para minha autoestima, autoconhecimento e autoconfiança. Consequentemente tornando-me uma profissional mais motivada que a cada dia busca a eficácia no ambiente organizacional”

Ludmila Carolina dos Santos, operadora de loja do Extra, que participou do Programa de Desenvolvimento para Negros e Negras


Outra iniciativa do GPA é o “Programa de Desenvolvimento para Mulheres – capacitando futuras líderes”. Iniciado em 2019 com a participação de diretoras e posteriormente estendida a profissionais de nível gerencial e de média liderança, o projeto foi ampliado para as funções de analistas, assistentes, auxiliares, chefes de operação, operadoras de loja, etc. O projeto conta com seis módulos que abordam pontos como autoconhecimento, síndrome de impostora, liderança informal, estereótipo e vieses inconscientes, comunicação interpessoal e plano de desenvolvimento. Ao todo, são 320 vagas. 
 

“Não existe receita pronta para construir uma carreira e a troca de experiência que o curso traz é enriquecedora. Pode parecer clichê, mas o interessante da proposta do programa é mostrar que nós mulheres podemos ser o que quisermos, transformando nosso ambiente de trabalho por meio dos nossos posicionamentos e conhecimento e fazendo com que nossas opiniões sejam ouvidas. Sempre trabalhei em ambientes majoritariamente masculinos e durante o programa aproveitei todos os tópicos em discussão para refletir sobre o que precisamos fazer dentro da companhia para impactar as pessoas de forma positiva em relação à equidade de capacidade profissional entre homens e mulheres

Edmila Montezani, Gerente de Planejamento de Demanda, que foi promovida durante o Programa de Desenvolvimento para Mulheres e lidera hoje um time de 16 pessoas


Mais de 400 colaboradoras já receberam o treinamento. Segundo a empresa, considerando apenas o programa de desenvolvimento focado em gerentes de 2019, 46% das participantes já foram promovidas. No caso do destinado à média liderança realizado em 2020, 28% receberam promoção. Na companhia, 53% dos funcionários são mulheres e 37% dos cargos têm liderança feminina. 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                                                  LinkedIn                                                                                 ,                                                                                 Instagram                                                                                 e                                                                                 Facebook   

 

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade