Plataforma conecta pequenos varejistas a consumidores e também a fornecedores

Avaliação:

(2 Avaliações)

Alessandra Morita – alessandra.morita@savarejo.com.br -

Ecossistema opera há dois anos no Brasil, fatura R$ 24 milhões e teve investimento da Coca-Cola

Imagem: iStock

Definido como um ecossistema que conecta indústria, distribuidores, varejistas de alimentos e bebidas e consumidores, o Wabi está presente no Brasil há dois anos e movimenta mais de R$ 24 milhões anualmente. A plataforma, ao mesmo tempo, permite à venda ao cliente final por pequenos comércios, que também podem realizar suas compras de abastecimento de estoque a partir do marketplace. Por enquanto, o serviço é destinado apenas a varejistas do Rio de Janeiro e de São Paulo, mas o objetivo é expandir para outras regiões neste ano.

Em 2020, o Wabi registrou 618 mil pedidos de consumidores aos comércios dentro da plataforma. Em contrapartida, eles realizaram suas compras com 30 fornecedores, entre atacados e distribuidores que prestam serviços às indústrias, somando 5,5 mil transações. O ecossistema conta com quatro plataformas atuando paralelamente para alavancar a digitalização dos canais tradicionais e possibilitar novas vendas de forma simples e ágil.

Na ponta B2C – o Wabi Casa –, é possível ao varejista vender diretamente ao consumidor no seu raio de atuação. O comerciante aceita o pedido e se encarrega da entrega. Já no B2B, o Wabi permite que distribuidores e atacadistas vendam seus produtos diretamente às lojas, que podem comprar online para reabastecer seus estoques a qualquer hora e lugar.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                    LinkedIn                                   ,                                   Instagram                                   e                                   Facebook                                   !

Veja mais sobre: Wabi, Tecnologia

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade