OXXO tem planos de abrir 200 lojas no Brasil neste ano

Avaliação:

(21 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Empresa inaugurou mais de 100 lojas em 15 meses. Entenda a estratégia de expansão da bandeira

Foto: Divulgação

A OXXO, loja de proximidade e conveniência, adotou um ritmo acelerado de expansão na capital paulista e em algumas cidades do interior. O movimento já aconteceu no México e faz parte da tendência que tem facilitado o acesso a alimentos e bebidas ultraprocessados.

Depois de um tempo de “namoro” com o Brasil, a empresa, que enxerga o país como muito importante para sua estratégia, em agosto de 2019, a empresa, pertencente ao grupo Femsa, desembarcou por aqui, após uma parceria com a Raízen, uma das maiores distribuidoras de combustíveis do país e dona dos postos Shell.  Por R$ 561 milhões, os mexicanos adquiriram metade da divisão de Conveniências da Raízen, responsável pelas lojas Select. Depois de aprovado pelo Conselho Administratido de Defesa Econômica (Cade), o negócio virou uma empresa à parte, batizada de Grupo Nós.

O Nós entrou em operação em 1º de novembro de 2019, com dinheiro em mãos e uma estratégia agressiva de crescimento na cabeça: R$ 320 milhões para abrir 500 lojas em três anos. Trata-se de uma "máqina de expandir", como definiu o CEO da nova empresa, Rodrigo Patuzzo, que antes estava à frente da Raízen Conveniências.

O plano vai além de abertura de unidades. A estratégia é ampliar a penetração em lojas Select nos postos Shell e implantar as lojas OXXO.

A escolha das cidades e locais onde as lojas são abertas não é feita ao acaso. Campinas foi eleita como laboratório do Grupo Nós por estar perto de Cajamar, onde se concentram os centros de distribuição de várias empresas. E por ter características de cidade grande e pequena – o que serve para testar o comportamento dos consumidores à “proposta de valor” da OXXO, como gostam de falar os executivos. Atualmente, a cidade conta com 36 unidades.

De acordo com a Femsa, as lojas são segmentadas por tipos, dependendo de onde estão – se num prédio de escritórios ou numa região mais residencial. É esse perfil que determina o sortimento dos produtos. Em média, cada loja oferece 3,2 mil itens. Naquelas que vendem legumes e frutas, o mais comum é que essa oferta se resuma a 12 itens.

A OXXO também está expandindo seus negócios no braço digital: lançou uma startup de pagamentos online chamada Spin. Quem tem um cartão Spin acumula pontos no programa de fidelidade OXXO Premia. E tudo isso cria dados de consumo valiosos para a empresa. 

Este ano a meta da empresa é inaugurar 400 unidades na América Latina, sendo metade delas no Brasil. Até agora, o plano de expansão da OXXO se concentrou em São Paulo, mas o Grupo Nós já divulgou a intenção de chegar a mais locais na região Sudeste e, no Sul, ao Paraná. De acordo com a empresa, no primeiro ano de operação no Brasil, as lojas OXXO tiveram um faturamento 30% acima do esperado.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                           LinkedIn                                                          ,                                                          Instagram                                                          e                                                          Facebook

Fonte: Carta Capital

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade