Novos modelos de aquisições surgem no varejo alimentar

Avaliação:

(2 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Para especialistas, o autosserviço tem potencial para mais negócios do que os anunciados até agora, além de surgirem formas diferentes de acordos

Foto: Divulgação

O varejo alimentar foi alvo de duas importantes aquisições neste ano: a do Grupo Big pelo Carrefour e a do Hortifruti Natural da Terra pela Americanas. Mas, para especialistas, o setor supermercadista tem potencial para muito mais. Um dos que acreditam nisso é Arthur Machado, sócio da Ondina Investimentos, boutique de M&A sediada em Recife (PE), com atuação nacional. Para ele, há potencial para redes regionais serem compradoras nesse mercado.

Tanto é que, no autosserviço alimentar têm surgido diversas formas de negócios entre empresas, que vão além da aquisição pura e simples. Há casos de fusão de redes e lojas independentes que atuavam sob uma mesma marca, como o da Unisuper, anunciado semana passada.

Essa movimentação impacta o varejo alimentar e pode abrir novas possibilidades. E é isso que estará em discussão no programa Papo de Varejo, que acontece na quarta-feira, 01/09, às 19h45. Os dois convidados para debater o assunto são Arthur Machado, da Ondina Investimento, e Luís Fernando Costa, Principal da unidade de Bens não Duráveis da Falconi.  A condução será de Alessandra Morita, head de conteúdo da SA Varejo.