Nova embalagem de pratos prontos permite otimizar exposição no PDV

Avaliação:

(1 Avaliação)

Reportagem SA Varejo -

Sistema também eleva o shelf life das refeições embaladas

Foto: Divulgação

Muito associada à praticidade, a categoria de pratos prontos ganha importância ano a ano no varejo brasileiro. Com a pandemia, que tornou mais comuns as refeições em casa, o segmento tem atraído novos consumidores e merece atenção na sua loja.

Se no passado o cardápio se resumia a lasanha, estrogonofe e algumas outras poucas opções, hoje o consumidor espera encontrar boa variedade de refeições prontas, inclusive aquelas produzidas na própria rotisserie dos supermercados.

Mas as novidades nesse mercado vão além do menu. A Sealed Air, pioneira no desenvolvimento de embalagens a vácuo com a marca Cryovac, acaba de trazer para o Brasil uma de suas inovações para embalagens de pratos prontos. Segundo a empresa, o sistema de proteção do Cryovac Simple Steps é desenvolvido a partir de uma bandeja rígida de alta barreira e com tecnologia a vácuo “skin”, que protege o interior dos alimentos, removendo todo o ar e fornecendo uma película protetora firme sobre o produto, eliminando, assim, espaços e permitindo melhor experiência visual e maior atratividade nas gôndolas. 

De acordo com  Leonardo Hirschmann, coordenador de Soluções para o Varejo da Sealed Air para América Latina, a tecnologia abarcada foi desenvolvida para gerar ganho expressivo no custo final de seu produto, considerando a diminuição de perda e da necessidade de reembalagem, quando comparada aos sistemas convencionais. "Além da redução no custo total por pacote, também há redução significativa de impacto ambiental, por conta da diminuição no desperdício de alimentos e de materiais, contribuindo assim para geração de valor a toda cadeia", destaca o executivo.   

Leonardo Hirschmann explica que soluções convencionais de embalagem para refeições resfriadas disponíveis proporcionam, em média, 4 dias de vida útil, considerando tempo de produção e exposição. Segundo ele, com a tecnologia Cryovac Simple Steps, há um ganho de shelf life que pode variar de acordo com o tipo de alimento. "Uma refeição típica brasileira composta por arroz, feijão e uma proteína como linguiça, pode alcançar uma vida de prateleira de até 20 dias. Já um prato exclusivo com proteína, como um picadinho por exemplo, pode alcançar validades ainda maiores. Nossa tecnologia também permite o cozimento/pasteurização do alimento dentro da própria embalagem na indústria, que por sua vez pode estender ainda mais o tempo de prateleira do prato pronto", exemplifica.   

Otimização de espaço em gôndola

O sistema a vácuo também permite que o prato pronto seja exposto na prateleira de forma vertical, melhorando atratividade, experiência de compra e otimizando espaço na loja. "Os grandes benefícios da exposição vertical no varejo são o aumento de atratividade dos produtos e a melhoria no apelo visual do PDV. Outro importante ponto é em relação à otimização de espaço nas gôndolas, tendo em vista os altos custos de reposição, principalmente em lojas que cada vez mais requerem menos mão-de-obra e ocupação de espaço, como no caso das lojas de proximidade", finaliza o coordenador de Soluções para o Varejo da Sealed Air para América Latina.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                     LinkedIn                                    ,                                    Instagram                                    e                                    Facebook                       

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade