Mesmo com repique da pandemia, supermercados paulistas devem vender 15% mais na Páscoa

Avaliação:

(0 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Período também será marcado pelas compras online, que deverão ser a opção de cerca 72% dos consumidores


Foto: iStock


Pesquisa feita pela empresa de marketing The Insiders aponta que 68% pessoas vão adquirir ovos de páscoa e, dessas, 72% farão compras virtuais. Entre os 5.400 consumidores ouvidos no levantamento, 49% pretendem se informar sobre preços e produtos pela internet, porém 86% admitem que, na hora da escolha, serão influenciados por parentes e amigos. 

“Pensar em pessoas reais para alavancar as campanhas pode ser a chave para o aumento das vendas e do lucro”, aposta Joel Amorim, diretor da The Insiders na América Latina. Ele lembra o cunho afetivo da data e o desejo das pessoas de se fazerem presentes nesse momento de distanciamento social.

Outra pesquisa, essa da FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo), indica que supermercados paulistas esperam vender 15% mais do que no ano passado

A previsão justifica-se: em 2020 o setor enfrentou uma queda média de 35% nas vendas de ovos de Páscoa e, neste ano, está mais preparado para vendas por delivery e e-commerce. Segundo a FCDLESP, o consumidor promete priorizar filhos e netos e as caixas de bombons devem ser a mais procuradas.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                            LinkedIn                           ,                           Instagram                           e                           Facebook                           !

 

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade