GPA investe no desenvolvimento do setor de carnes

Avaliação:

(3 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Além de inovar em bovinos premium na bandeira Pão de Açúcar, companhia quer dobrar vendas de suínos até 2021

Investimentos recentes do Pão de Açúcar revelam a disposição do supermercado em desenvolver cada vez mais o setor de carnes. As iniciativas atingem o segmento de bovinos premium e também de suínos.

Uma das ações teve início nesta semana na loja Real Parque, na zona sul de São Paulo. Começou a operar por lá o primeiro açougue com a marca 1953 Friboi, uma parceria em que o frigorífico compartilha com a varejista sua expertise em todas as etapas de gestão da categoria.

Para o consumidor, uma das novidades é a opção de comprar carnes dry aged, técnica de maturação a seco em que cortes de carne bovina in natura são armazenados em temperatura, umidade e ventilação controladas, sem embalagem protetora, por um período entre quatro a oito semanas. Com esse processo, ocorrem reações enzimáticas e bioquímicas naturais que resultam em uma peça mais macia e de sabor único. O público da loja do Real Parque já encontra a câmara exclusiva de carnes dry aged by Pão de Açúcar, setor em que pode adquirir peças exclusivas da marca 1953 Friboi já maturadas e prontas para a utilização ou, se preferir, solicitar o corte de sua preferência e encomendar a maturação no prazo que desejar.

Carne suína em dobro

Outra iniciativa, dessa vez com foco em toda a rede de lojas Extra e Pão de Açúcar, tem um objetivo ousado: dobrar a venda de suínos até 2021, além de aumentar o share e gerar melhor rentabilidade e diferenciação para o açougue. Em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), o GPA criou seu Plano de Desenvolvimento de Suínos, pensado para ser 360º e garantir a qualidade desde a produção até a divulgação e chegada do produto nas gôndolas das lojas das bandeiras Extra e Pão de Açúcar, em todos os formatos em que as marcas atuam.

Uma das frentes de atuação do plano será na produção, envolvendo treinamentos e capacitação nas granjas fornecedoras. Temas como segurança alimentar e bem-estar animal serão abordados. Estão previstas procução de conteúdos técnicos e cietíficos e até visitas por parte das equipes do GPA, no intuito de averiguar detalhes sobre a produção, a origem da matéria-prima e adequação de processos. 

Nas nas gôndolas e açougues das lojas, o plano resultará em aumento da exposição de carne suína e disponibilização de uma maior variedade de cortes. Tudo para que os consumidores possam comparar as formas de preparo e perceber as vantagens de se consumir a proteína, seja em relação à saúde ou mesmo pela economia. 

A última frente de trabalho prevê a formação dos colaboradores, o que incluirá desenvolvimento de treinamentos e metodologias sobre cortes suínos, saudabilidade, segurança alimentar, treinamentos de vendas e atualizações para aprimorar o atendimento ao público. “A ideia é preparar o time de loja para oferecer uma diferenciação no ponto de venda e no atendimento aos clientes e esclarecimentos sobre os processos produtivos e benefícios da carne suína para a saúde. Esse plano de desenvolvimento contempla, também, a criação do cargo de especialista em suínos em loja que tem como objetivo principal oferecer um atendimento totalmente exclusivo e especializado para os clientes, disponibilizando informações sobre a saudabilidade e benefícios nutricionais da proteína, dicas de preparo e tudo o que o cliente precisa saber para inserir a carne suína no seu cardápio do dia a dia”, explica Rafael Monezi, gerente comercial do GPA.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:   LinkedIn  Instagram  Facebook  !

 

 

 

 

   

 

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade