Diversidade de gerações e inovação são essenciais para empresas familiares

Avaliação:

(1 Avaliação)

Reportagem SA Varejo -

Pesquisa da KPMG mostra que 55% dos membros da nova geração planejam participar da gestão, mas apenas 11% dos integrantes seniores os consideram preparados

Foto: Divulgação

A diversidade de gerações o investimentos em inovação são essências para o sucesso das empresas familiares, segundo especialistas. Para Sebastian Soares, sócio líder de governança corporativa da consultoria KPMG, uma mudança recente nessas empresas é a chegada da geração Z. Trata-se de um grupo de pessoas que já nasceu no mundo digitalizado e que defende valores como sustentabilidade, responsabilidade social e governança corporativa de forma mais acentuada que as gerações de seus pais e avós.

O especialista destaca uma pesquisa da consultoria realizada com 197 gestores de empresas familiares, que traça alguns gaps entre as gerações. Pelo levantamento,  55% dos membros da nova geração planejam participar da gestão,  mas apenas 11% dos integrantes seniores os consideram preparados para esse desafio. 

Para Dalton Sardenberg, professor de governança corporativa da Fundação Dom Cabral, os conflitos são negociáveis. De acordo com o especialista, essa geração tem feito contribuições decisivas para a modernização das empresas familiares e a criação das bases de sustentação desses negócios no futuro.

“Durante a pandemia, as empresas lideradas pela primeira geração concentraram as decisões nas mãos do fundador, tiveram um descompasso em relação ao momento certo para investimentos em tecnologia e sofreram mais”, afirma. “Já aquelas que estão na segunda ou terceira geração avançaram mais em seus processos de digitalização, mostraram maior abertura para delegar responsabilidades e se saíram melhor”, explica o professor.

A combinação perfeita para o sucesso dessas empresas é diferentes gerações e os investimentos em novas tecnologias constantemente, além de estar atento às questões de responsabilidade social.

Cassio Spina, presidente e fundador da Anjos do Brasil, resume bem a atratividade da combinação, ao lembrar que empresas com esse perfil têm maior potencial de inovação e de proporcionar bom retorno financeiro. “Como existe a figura do controlador, fica mais fácil conhecer a visão estratégica de médio e longo prazos”, complementa.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                  LinkedIn                                  ,                                  Instagram                                  e                                   Facebook

Fonte: Seja Relevante

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade