Dados de ruptura sinalizam mudanças no comportamento de consumo

Avaliação:

(4 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Fevereiro apresentou recuperação nas vendas, mas com novas decisões de compra

Foto: iStock

O índice geral de ruptura nos supermercados brasileiros foi de 10,9% em fevereiro, o que representa melhora em comparação com a média de 11,7% de falta de produtos em janeiro, conforme apurou a Neogrid.  Essa queda tem a ver com a redução no sortimento de mercadorias nas gôndolas, em razão de fatores como inflação em alta, perda do poder aquisitivo da população e instabilidades no mercado internacional de commodities em meio ao conflito entre  Rússia e Ucrânia.

“Tanto do varejo quanto da indústria, a percepção que tivemos é que fevereiro foi um mês melhor em vendas, mas de produtos mais baratos: há essa migração e, quando o consumidor encontra uma oferta, ele acaba comprando mais”, explica Robson Munhoz, Chief Customer Success Officer da Neogrid. Nesse cenário, a ruptura não caiu comente pela busca de produtos mais baratos, mas também porque houve redução de mix, sem a reposição de itens e/ou marcas mais caros.  

As mudanças no comportamento de consumo aparecem em levantamento da HORUS – startup de inteligência de mercado com foco em dados de consumo, que desde meados de 2021 integra o ecossistema de empresas adquiridas pela Neogrid. “Há a redução de sortimento tanto sob um movimento da indústria em querer repassar o menor aumento de preço quanto do próprio varejista. Então, o setor supermercadista, entendendo que não vai vencer a inflação, reduz seu mix de marcas e itens – e nisso as marcas mais caras somem”, detalha Robson Munhoz.

Uma das categorias de alto giro que apresentou desaceleração na ruptura foi o leite. Após três meses em ruptura crescente, fevereiro anotou uma queda: 15,30%, diante de 17,30% no mês anterior.

Por outro lado, produtos como azeite, iogurte, manteiga e margarina ainda apresentam alta na indisponibilidade em gôndola. Desses, apenas a manteiga perdeu presença na cesta de compras do shopper em fevereiro, conforme observado pela Horus com base nos tíquetes.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                                                                              LinkedIn                                                                                                             ,                                                                                                             Instagram                                                                                                             e                                                                                                             Facebook  

Veja mais sobre: Ruptura, Vendas, Neogrid, Horus

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade