Cresce interesse dos consumidores por programas de fidelidade

Avaliação:

(1 Avaliação)

Reportagem SA Varejo -

Programas de supermercados são os mais lembrados por pessoas que ainda não têm essa opção

Foto: istock

A crise econômica causada pela pandemia tem contribuído para aumentar o interesse por programas de fidelidade. Segundo levantamento da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF), em parceria com a Locomotiva Instituto de Pesquisa, mais da metade dos participantes dos programas de fidelidade, 55%, disseram que, devido à atual crise, passaram a dar preferência para a compra em marcas que oferecem programas de fidelidade. E 51% deles concordaram com a frase: "meus programas de fidelidade podem me ajudar a atravessar a crise causada pelo coronavírus".

Entre as pessoas que ainda não estão cadastradas em programas de fideliddade, os supermercados apareceram como o setor que desperta maior interesse, 92%, seguido por farmácias, com 84%, lojas de eletrônicos e eletrodomésticos, 77%, além de lojas de vestuário, 76%, cosméticos, 74%, e empresas de alimentos e bebidas, apontada por 72% dos entrevistados, que também puderam escolher mais de um segmento.

Entre os que não utilizam os programas, 74% pretendem aderir aos benefícios, devido à crise o atual momento econômico. A pesquisa mostra que 55% afirmara que o cashback motivaria a participar dos programas. Já conseguir recompensas mesmo com pouco saldo, é motivação para 44%, seguido por variedade de recompensas (produtos/serviços diversificados), 34%, um aplicativo fácil de usar para consultar saldo e fazer trocas, 32%, e acumular pontos/milhas em diversos estabelecimentos é essencial para 30% - a soma dos percentuais é superior a 100%, pois os participantes puderam escolher mais de uma opção.

A pandemia colaborou para conscientizar o consumidor dos benefícios dos programas de fidelidades. “Este foi um período em que o consumidor percebeu como ele pode aproveitar os programas de fidelidade de diferentes maneiras e em vários momentos de sua vida. Devido à diversidade de opções de acúmulo e resgate, cada vez mais, os brasileiros entendem os benefícios de se cadastrar nos programas, que, lembrando, são gratuitos", explica o diretor executivo da ABEMF, Paulo Curro.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                              LinkedIn                                             ,                                             Instagram                                             e                                             Facebook         

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade