Consumidor quer um novo mix de sacos para lixo na sua loja

Avaliação:

(5 Avaliações)

Conteúdo Patrocinado por Embalixo -

Agora, são as embalagens em rolo que dominam a preferência do público. Confira dicas para rentabilizar a operação com o planograma ideal e a execução mais adequada

Imagens: Divulgação

O primeiro trimestre é aquecido para a categoria de sacos para lixo, pois com as altas temperaturas as famílias tendem a gerar mais lixo pelo consumo frequente de bebidas e outros produtos. Outro reforço vem da volta às aulas, que também acaba por movimentar esse segmento de produtos voltados à limpeza.

Focada em inovações e no trabalho de execução no PDV, a Embalixo espera um crescimento da ordem de 20% nos três primeiros meses de 2022. Além de contar com o efeito sazonal neste início de ano, as lojas de todos os formatos do setor supermercadista podem potencializar tíquete médio e rentabilidade, passando a obter resultados mais consistentes de forma contínua na categoria de sacos para lixo.

Para aproveitar essa oportunidade, o primeiro passo é substituir as embalagens do tipo almofada pelos sacos para lixo em rolos. Afinal, o consumidor já fez essa migração de consumo e espera encontrar os rolos nas lojas que frequenta. Mas as vantagens dessa adaptação no mix vão além do aprimoramento da experiência de compra do shopper. "Os rolos ocupam menos espaço de exposição, pois costumam ter três vezes mais unidades. Por isso, uma menor quantidade em estoque já garante o abastecimento da gôndola", destaca Rafael Costa, Diretor Comercial da Embalixo.

Mas e o efeito no caixa do supermercado? Também é positivo. Por conter mais sacos, os rolos garantem um tíquete médio superior. Ou seja, fica mais fácil atingir os objetivos de venda e rentabilidade na categoria. Isso sem onerar o consumidor, que segue pagando o mesmo preço médio por unidade de saco para lixo. 

Planograma Ideal      

A Embalixo percebeu rápido a nova preferência do público pelos rolos e está pronta para ser parceira da sua rede, gerando valor à categoria. Seu portfólio é completo e, ainda neste ano, o processo de produção e distribuição será carbono zero, um avanço em sustentabilidade inédito na indústria de plástico. 

Confira, a seguir, o planograma atualizado (imagem abaixo) para gerar os melhores resultados e veja também dicas importantes para a execução no PDV:

 

– O posicionamento ideal para a categoria de sacos para lixo é no setor de limpeza e nunca na área de bazar

– É recomendado ter 100% do mix focado nos rolos. Se não for possível, defina 90% de rolos e 10% de embalagens almofada

– Saco para lixo é um item que todos os consumidores precisam mas muitos não lembram de comprar no momento que estão nos supermercados, por isso é importante contar com pontos extras 

– Referência na categoria, a Embalixo tem um portfólio completo, incluindo inovações que atendem necessidades de públicos específicos. Além do ponto natural, esses produtos devem ser alocados também em associação a seus momentos/perfis de consumo. Exemplo: Sacos Embalixo Pet na seção de produtos para animais de estimação; Embafreezer junto aos expositores congelados e Sacos para Lixo Veganos no setor de produtos orgânicos/naturais   

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade