Consumidor está mais engajado na avaliação de produtos comprados online

Avaliação:

(2 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Feedback ajuda outros clientes a definir cada compra. Quantidade de imagens das mercadorias também ganha importância

                                    

                                                                                                                                                                  Foto: iStock

Neste ano de pandemia, muita gente não só recorreu às compras online como fez questão de deixar registrado o que achou das mercadorias adquiridas e da experiência na loja virtual. Entre 2019 e 2020, o número de produtos avaliados por consumidores online aumentou mais de 100%. Já em relação aos comentários que os shoppers escrevem nas páginas dos produtos nos sites de e-commerce, o avanço foi ainda maior: 140%. É o que mostra o estudo E-commerce Quality Index (EQI), realizado pela Lett , startup de tecnologia e especializada em trade marketing digital.  

Esse feedback por parte dos próprios clientes ajuda outros consumidores a definir suas compras.

O EQI também avaliou a quantidade de imagens na página de produto, o tamanho da descrição dos itens e a facilidade de encontrar a mercadoria por meio do título ou categoria. Pela metodologia da análise, a combinação dos cinco atributos do EQI gera uma média do índice do e-commerce braileiro. E o resultado é de 43,26 pontos em uma escala de 0 a 100, bem abaixo do recomendado pelo EQI, que é uma nota de pelo menos 60 pontos para representar uma boa experiência de compra online. 

A boa notícia é que, apesar da pontuação abaixo do esperado, o e-commerce brasileiro apresenta grande evolução nos critérios analisados: em 2019, a média dos sites do Brasil era de apenas 30 pontos.

Outro indicador positivo da pesquisa, que analisou 92 e-commerces e marketplaces brasileiros, está relacionado às imagens nas páginas de produtos. No ano passado, a média de fotos por mercadoria era de 2,65. Já em 2020 está em mais de 3 imagens por item.
 
“Os dados da pesquisa mostram que o mercado eletrônico brasilieiro está melhorando. As empresas estão mais conscientes em relação a satisfação do consumidor final e a experiência de compra. Em contrapartida, o consumidor também está mais participativo, classificando e avaliando os produtos no e-commerce”, destaca Davi Song, CEO da Lett.
 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                   LinkedIn                  ,                  Instagram                  e                  Facebook                  !

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade