Como sua rede pode ser mais eficiente na operação omnichannel

Avaliação:

(2 Avaliações)

Conteúdo Patrocinado por Unilever -

Além de se aliar aos apps de delivery e de manter e-commerce próprio, seu supermercado tem a opção de aderir a uma plataforma colaborativa que tem gerado ótimos resultados ao setor

Foto: iStock

Transformação digital já era assunto importante para os decisores do varejo nacional. Aí veio 2020 e ela se transformou em aceleração digital. Quem ainda relutava em ser omnichannel precisou ter pressa para acompanhar um consumidor que mudou suas escolhas rapidamente.

Nada menos do que 79,7 milhões de brasileiros fizeram compras online no ano passado, número que supera em 17,9 milhões o registrado em 2019. Um universo de 13,2 milhões de pessoas que jamais tinham comprado pela internet na vida aderiram, de repente, ao e-commerce, sendo que alimentos e bebidas foram os segmentos mais procurados.

A Unilever avalia que o isolamento social e o medo de contágio no início da pandemia geraram forte adesão aos canais online, no entanto tudo indica que esse formato veio para ficar. Análise realizada pela companhia constatou que, após a experimentação digital, a maior parte dos shoppers se revela satisfeita com a compra e com o varejista, o que faz com que o online ganhe relevância entre as opções consideradas a cada nova ocasião de compra.

Os números confirmam que a omnicanalidade veio para ficar. Meses depois do impacto inicial, já durante a segunda onda de Covid-19 no Brasil, dois em cada três consumidores realizaram compras do dia a dia tanto em lojas físicas quanto em canais online. Em outras palavras, está rompida a última barreira do varejo digital no Brasil: a opção, por parte do shopper, pelo comércio eletrônico ao fazer compras de supermercado. E isso significa que seu supermercado precisará ser cada vez mais eficiente também nas operações fora da loja física.

O que motiva as pessoas a fazer mais compras online*?

52% responderam que é entrega no mesmo dia

29% valorizam a opção de "clique e retire"

21% gostam quando há recomendações com base em compras anteriores

21%  querem recomendações baseadas em seu estilo de vida

Fonte: Mintel / * múltiplas respostas

Um cuidado fundamental, conforme alerta a Unilever, é oferecer ao cliente uma experiência de compra com o mesmo nível de excelência, independentemente se o canal escolhido no momento foi a loja física ou os meios digitais. Quando a compra é feita de forma remota, entregar o pedido rapidamente e sem ruptura é um fator decisivo para a fidelização do público. 

Nesse sentido, algumas decisões estratégicas precisam ser tomadas. Uma delas é definir em quais plataformas online seu supermercado vai atuar. Os apps e os marketplaces convencionais permitem adesão rápidas às vendas digitais, no entanto, os clientes, na verdade, pertencem às plataforma, e seu supermercado precisa pagar comissões a essas empresas. Já no e-commerce próprio os clientes são da sua rede e a gestão pode ser personalizada, de acordo com as suas regras. Como desvantagens estão os custos de operação e o trabalhoso processo para formação do time e para adquirir know how em uma operação com características diferentes.  

Meu mercado em casa

Mas há uma outra opção, fruto do processo de colaboração entre indústria e varejo. Estamos falando da plataforma  Meu Mercado em Casa  , desenvolvida pela Unilever. Ela funciona como um marketplace que democratiza o acesso de varejos de todos os portes ao universo das vendas pela internet, com o diferencial de que, ao fazer os pedidos, o cliente é direcionado ao sistema do supermercado dentro da plataforma.

O Meu Mercado Em Casa se propõe a contribuir com pequenos, médios e grandes varejistas através de uma solução digital para adesão de novos clientes, capaz de proporcionar incremento de vendas no segmento online. Um dos benefícios imediatos ao aderir é a alta visibilidade para sua marca gerada em um canal que já possui milhares de clientes e parcerias exclusivas com indústrias para promoções e rebaixamento de preços.

A Unilever explica que o principal propósito é oferecer uma plataforma colaborativa de compras de autosserviço. "É fácil de trabalhar, requer baixo investimento e gera retorno surpreendente", resume Nelson Barbosa, diretor do Barbosa Supermercados, com 31 lojas na Grande São Paulo, capital paulista e interior.

As vantagens comerciais do Meu Mercado em Casa são inúmeras. O custo ao lojista é de apenas uma mensalidade fixa de baixo valor por loja. A integração é feita em prazo médio de 30 dias e não há qualquer condicionamento de exclusividade. Clique aqui para saber mais!  

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade