Carrefour, por meio do seu braço imobiliário, quer tornar o hipermercado parte de um complexo multiuso

Avaliação:

(1 Avaliação)

Reportagem SA Varejo -

Iniciativa vai começar em São Paulo, mas já há potencial de adaptação em 68 imóveis

Foto: Divulgação

Atento as mudanças de hábitos do consumidor, o Carrefour Property, braço imobiliário do Carrefour, pretende tornar o hipermercado parte de um complexo multiuso. A empresa já deu a largada para a construção do Alto das Nações, em São Paulo, local da primeira loja do Carrefour no país. O projeto inclui centro comercial com restaurantes, farmácias e serviços, torre comercial, prédio residencial e ampla área de lazer. 

Esse é só a primeiro de muitos. A empresa já identificou potencial de adaptação em 68 imóveis. Destes, cinco já estão na praça, em conversas para definir parceiros. Segundo Yen Wang, CEO do Carrefour Property, alguns locais com espaço para projetos integrados são Curitiba, Rio (Barra da Tijuca), além de cidades do Nordeste, mas São Paulo tem o maior potencial, em razão da demanda.

De acordo com o executivo, a loja do Carrefour do Alto das Nações, terá mais espaço para bicicletas e carros de aplicativo, já que os jovens não vêem a posse de veículo como um prioridade. A proposta é ter o máximo possível de inovações, interatividade, serviços e área de restaurante. A empresa não descarta a possibilidade de fazer entregas por dones mais para frente, mas ainda não há uma decisão tomada sobre o tema. 

 “O home office veio para ficar, mas nossa visão é que os negócios vão continuar e que as pessoas terão de voltar aos escritórios para algumas discussões. A diferença é que vão precisar de maior espaçamento e ventilação. É um projeto Triple A, de alto padrão, e vai competir com escritórios na Faria Lima ou em regiões mais adensadas”, avalia o executivo. 

Segundo Wang, os hipermercados precisam proporcionar cada vez mais uma experiência de compra com maior comodidade. “Essa é a ideia de aumentar a atratividade, com espaços de lazer, moradia e trabalho”, diz. 

A primeira etapa deve ser concluída em setembro ou outubro de 2022, com a nova loja do Carrefour e um centro comercial. A segunda fase, que inclui torres corporativa (a mais alta do país, com 216 metros de altura) e residencial, deve ser finalizada até 2026. O projeto terá ainda uma praça aberta. Serão no total 320 mil metros quadrados de área construída, o equivalente a quase 39 campos de futebol.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                  LinkedIn                                                 ,                                                 Instagram                                                 e                                                 Facebook                                                 !

 

Fonte: O Globo

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade