BRF aposta em perfil específico de produtos

Avaliação:

(1 Avaliação)

Alessandra Morita - alessandra.morita@savarejo.com.br -

Esses itens cresceram 3 pontos percentuais em participação e são a maioria entre os 91 SKUs lançados pela companhia

A participação dos produtos de maior valor agregado nas vendas da BRF no mercado interno atingiu 83,5% no terceiro trimestre deste ano, o que representa uma alta de 3 pontos percentuais sobre igual período de 2019. De julho a setembro, a companhia teve uma receita líquida de R$ 5,2 bilhões no País, uma alta de 20,8%. O Ebitda ajustado cresceu 53,3%, alcançando R$ 829 milhões, enquanto a margem Ebitda ficou em 15,7% no terceiro trimestre – 3,3 pontos percentuais acima dos mesmos meses do ano passado.

Crescemos 8% em processados e margarinas”, disse Sidney Manzaro, VP de mercado Brasil da BRF, em teleconferência de resultados, realizada ontem (10/11).  “Se compararmos o market share com o mesmo período do ano passado tivemos um aumento de 2 pontos percentuais em margarinas, crescemos em congelados e mantivemos a participação em frios, segmento que mais sentimos impacto em função das restrições de produção que sofremos em algumas fábricas por causa da pandemia”, completou.

Lançamentos, execução e perspectivas

Em 2020, a companhia lançou 91 SKUs no mercado interno. Desse total, 29 no trimestre passado. Entre eles estão a linha Sadia Orgânico, que conta com o selo Orgânico Brasil, Claybom sabor manteiga, e novos sabores de Hot Pocket e Salamitos. Com o objetivo de manter a liderança em margarinas, a empresa retomou a parceria com a Upfield para a produção e comercialização da marca Becel.

A BRF também aponta que seu programa de Store in Store, em parceria com redes de varejo, deverá alcançar 100 lojas até o final deste ano. No ano que vem, a expectativa é de atingir 500 unidades. O objetivo do projeto é melhorar a execução e potencializar o sortimento de maior valor agregado.

Lorival Luz, CEO Global da empresa, afirmou que está otimista com o quarto trimestre. Segundo ele, os primeiros dados do período demostram uma demanda forte. Além disso, o Círio de Nazaré, evento tradicional que ocorre no Pará em outubro e serve de termômetro para o Natal, apresentou bom resultado.

Vendas gerais

Considerando todas as operações, a receita líquida da BRF foi de R$ 9,9 bilhões no terceiro trimestre. Com isso, houve uma alta de 17,5% sobre o mesmo período de 2019. Já o lucro líquido apresentou um recuo de quase 51%, para R$ 219 milhões entre julho e setembro. O Ebitda ajustado, entretanto, aumentou 15,3% e ficou em R$ 1,3 bilhão, com uma margem ajustada de 13,2% – ligeira variação de -0,3 ponto percentual sobre o igual trimestre do ano passado.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:       LinkedIn      ,      Instagram      e      Facebook      !

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade