Ambev: investimento em inovação já representa 20% do faturamento da empresa

Avaliação:

(1 Avaliação)

Reportagem SA Varejo -

Prazo do desenvolvimento de novos produtos passou para quatro meses

Foto: Divulgação

A Ambev já começa a colher os resultados dos investimentos em inovação. Hoje, cerca de 20% do faturamento da companhia vêm de produtos e projetos que não existiam há três anos. Um exemplo desse investimento é o aplicativo Zé Delivery, de entrega de bebidas, que de janeiro a setembro de 2021 processou 44 milhões de pedidos.

De acordo com o diretor global de inovação da Ambev, Bruno Stefani, inovação e tecnologia são essenciais para colocar o consumidor no centro. Atento a este movimento, a Ambev criou o Bees, um marketplace que permite que bares, restaurantes e varejistas façam suas compras com produtos que vão além do portfólio da cervejaria. O consumidor pode, por exemplo, adquirir produtos de empresas como BRF e M. Dias Branco . O Bees é usado em 85% da base de clientes da Ambev, que soma mais de 1 milhão de pontos de venda.

A intensificação do processo de transformação digital desde 2018, onde os investimentos em inovação cresceram 50%, é um dos responsáveis pela redução do tempo médio de desenvolvimento de novos produtos que passou de 12 para quatro meses.

O executivo revela que o processo de buscar soluções para diferentes problemas e, em cada setor da empresa, se acelerou especialmente na pandemia. Para contribuir com ações de combate à pandemia da covid-19, por exemplo, a companhia, que produz cervejas e outras bebidas não alcoólicas, passou a produzir álcool em gel, máscaras, lençóis descartáveis e adaptou uma fábrica para produzir oxigênio. “É importante entender também que quando falamos em inovação estamos falando de assumir o teste simultâneo de uma centena de soluções”, diz o diretor.

 “Para inovar com a velocidade que garanta competitividade no mercado, uma organização não pode mais querer desenvolver tudo dentro de casa. É uma questão de tempo e dinheiro”, explica Stefani. Por isso, o trabalho com startups ganhou fôlego nos últimos anos, com destaque em 2021. Até agosto do ano passado, mais de 630 startups interagiram com a companhia por meio de seu programa Ambev Startups.

A empresa criou o projeto, Além, cuja ideia é conectar as startups a unidades de negócio da empresa. Na primeira edição, em 2021, foram desenvolvidos sete projetos.  Além disso, a Ambev criou a aceleradora 100+, cujo foco são os projetos de sustentabilidade.

Em duas edições, 39 startups foram aceleradas e investimentos e negócios gerados movimentaram mais de R$ 13 milhões. “A interação da Ambev com milhares de startups já trouxe diversas soluções que otimizaram nossos processos e geraram uma relação de ganha-ganha entre indústria, cliente e consumidor.”

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:                                                                                                         LinkedIn                                                                                                        ,                                                                                                        Instagram                                                                                                        e                                                                                                        Facebook

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade