5 passos para desenvolver uma categoria de quase R$ 15 bilhões

Avaliação:

(4 Avaliações)

Conteúdo Patrocinado por PepsiCo -

Fornecedor líder de mercado compartilha dicas para garantir boa execução da categoria e acelerar o sell out

Foto: Divulgação

Os salgadinhos estão presentes em 92% dos lares brasileiros, conforme levantamento da Kantar, e movimentam cerca de R$ 14,5 bilhões em vendas por ano, de acordo com dados do Euromonitor referentes a 2020. É uma categoria de alto giro e boa rentabilidade para o varejo, no entanto o setor pode lucrar ainda mais com ela.

Líder de mercado, a PepsiCo trabalha desde 2019 com gerenciamento por categorias e já ajudou mais de 20 redes a desenvolver o segmento de salgadinhos, aumentando o sell out e elevando os ganhos. Para que seu supermercado também potencialize os resultados, a fabricante de marcas como LAY’S®, DORITOS®, RUFFLES® e CHEETOS® compartilha cinco recomendações práticas. Confira:

1. Sortimento

É importante ter um mix assertivo, alinhado às necessidades do shopper, mas que contribua para o crescimento da categoria. Esse processo está conectado a uma melhor adequação de espaços e padronização da execução. Por meio do trabalho de GC, a equipe da PepsiCo tem ajudado o setor a elevar vendas com menos SKUs no sortimento e maior cobertura do mercado.    

2. Execução

A expertise da PepsiCo mostra que a exposição no ponto natural deve ser feita por segmento – alinhada à árvore de decisão da categoria. Abrindo o fluxo, os itens voltados ao público Adulto, como Aperitivos e Batata Lisa. Na sequência, exponha o segmento Teen, composto por Batata Ondulada e Tortilhas. O planograma recomendado termina com os produtos para a família toda, ou seja, Extrusados (Salgadinhos de Milho) e Pipoca, ambos geradores de fluxo. Dessa forma, seu cliente é estimulado a ter contato com todo o portfólio, o que é o primeiro passo para gerar experimentação e, assim, ampliar a cesta de compras. 

3. Novos pontos de contato

Trabalhar melhor o ponto natural é fundamental, mas por se tratar de uma categoria cuja compra é por impulso, visibilidade é um fator chave e por isso a execução deve ser 360o. Pontos extras e exposição no checkout geram maior frequência de compra e ótimos resultados em sell out.

4. Promoção assertiva

O tíquete médio de salgadinhos aumenta rapidamente com o incentivo à compra de mais de um segmento por visita. Promoções como “Leve 3, Pague 2” e “Desconto na segunda unidade” geram experimentação e ajudam a difundir junto ao shopper o hábito de incluir novos itens no carrinho. Ativações aos finais de semana e em dias de jogos importantes de futebol também são ótimas oportunidades, assim como a sazonalidade do verão.

5. Novidades na gôndola    

Outra forma de incentivar o shopper a incrementar a compra de salgadinhos é incluir Inovações no sortimento. *39% dos shoppers admitem buscar por novidades, sendo que *25% compram além dos itens que já consomem. Uma vez que os clientes tendem a experimentar lançamentos sem deixar de comprar o salgadinho que consomem habitualmente.

*Fonte: Shopper Journey 2018 – Croma

Por fim, tudo isso somado a inteligência de dados, estudos relevantes e uma equipe expert em Salgadinhos é uma receita poderosa para o sucesso da categoria.

Leia também:

Sua loja pode vender 30% mais salgadinhos com até 15% menos itens no mix

Mudança de exposição elevou em 41% as vendas de Batata Palha, produto comum nas refeições

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade