Walmart vai reformar 500 lojas para manter relevância no varejo físico

Avaliação:

(1 Avaliação)

Por Redação SA Varejo -

Modernização das unidades é prioridade, enquanto inaugurações estão em segundo plano neste momento

Corredores mais amplos, iluminação forte, maior quantidade de self checkouts, reforço para o departamento de eletrônicos e para as farmácias. Essas são algumas mudanças a serem implementadas ainda neste ano em cerca de 500 lojas do Walmart nos EUA.

Centenas de milhões de dólares serão investidos nesse trabalho, que, ao final, elevará para mil o número de unidades modernizadas pela gigante do setor supermercadista. O objetivo é manter os pontos de venda físicos atrativos em um cenário com cada vez mais consumidores interessados por realizar suas compras por meio de plataformas digitais. Na verdade, executivos do Walmart já declararam considerar as operações fisíca e digital como complementares.

Lojas serão reformadas em 36 estados norte-americanos. No Texas, por exemplo, o investimento será de US$ 265 milhões, enquanto na Flórida e na Califórnia, os valores disponibilizados nesse trabalho serão, respectivamente, de US$ 173 milhões e US$ 145 milhões.

No ano passado, o Walmart disponibilizou US$ 2,2 bilhões para reformar 500 lojas, o que representou em torno de 22% do investimento total da empresa em 2018. Na operação física, as reformas são protagonistas, enquanto as inaugurações desaceleram: apenas cinco novas lojas estão previstas pelo Walmart nos EUA em 2019. "Estamos gastando mais e mais em remodelações", resumiu Brett Biggs, diretor financeiro do Walmart.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:   LinkedIn  Instagram  Facebook  !

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade