Em 2020, eSocial será substituído por dois sistemas

Avaliação:

(1 Avaliação)

Por Redação SA Varejo -

Ideia do Governo é diminuir a complexidade

O eSocial, atual sistema pelo qual as empresas prestam informações tributárias, trabalhistas e previdenciárias, será substituído a partir de janeiro de 2020, de acordo com Rogério Marinho, secretário especial de Trabalho e Previdência do Governo Federal.

Criticado pela complexidade, o eSocial será trocado por dois novos sistemas: um voltado ao cumprimento de obrigações junto à Receita Federal e outro para questões trabalhistas e previdenciárias. Para Marinho, ter dois sistemas não tornará o processo mais complexo. Segundo ele a ideia é contar com modelos mais simples, que "conversem" entre si. Para que a migração ocorra sem grandes problemas, a intenção do governo é aproveitar os investimentos que muitas empresas fizeram para se adaptar ao sistema atual.  

Nesse período de seis meses até a chegada dos novos sistemas, o governo pretende reduzir  em 40% a 50% as obrigações do eSocial, que atualmente exige mais de 900 informações.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:   LinkedIn  Instagram  Facebook  !

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade