E-commerce: cenário é de atrasos nas entregas e falta de produtos

Avaliação:

(2 Avaliações)

Fernando Salles -

Setor precisa fazer ajustes com o trem em movimento, pois grau de exigência do público tende a aumentar nas próximas semanas

A mudança repentina no volume de compras escancarou deficiências do varejo alimentar brasileiro no atendimento a grandes demandas no comércio eletrônico. Nos últimos dias, a reportagem de SA Varejo fez pedidos no e-commerce/delivery de quatro redes na cidade de São Paulo. Houve problemas em todas elas.

Em um supermercado com perfil gourmet, entregas só para meados de abril. Já em uma grande rede, o prazo informado foi de 6 dias para recebimento em casa, no entanto havia possibilidade de retirada em lojas específicas no dia seguinte. No entanto, diversos itens estavam em falta, incluindo categorias inteiras como as de pães e saladas prontas.

Nove dias foi o prazo que uma rede média demorou para realizar a entrega e, mesmo assim, sem alguns itens solicitados. Pelo aplicativo Rappi foi possível comprar em supermercado de vizinhança e receber a compra 40 minutos depois, porém quase metade dos itens pedidos não estavam disponíveis.

Demanda bem acima do previsto  

É fato que o volume de compras aumentou muito acima do que se poderia prever com antecedência. Em Minas Gerais, a rede Super Nosso, por exemplo, registrou um aumento de 1.000% nas compras online. A varejista garante que está abastecida e trabalhando intensamente para atender à demanda.  

Muitas redes passaram a reforçar suas equipes de separação e entrega. Como a grande quantidade de compras pela internet tende a se manter por um bom tempo, os ajustes precisam ser feitos com o trem em movimento. Até aqui, é natural que os clientes entendam as dificuldades do varejo em lidar com uma situação tão específica. No entanto, com o passar das semanas, o nível de exigência do público deve aumentar. Aprimorar, dia após dia, os pontos que não estão funcionando bem é o diferencial que seu supermercado precisa para manter a confiança do público nas compras online durante e depois da pandemia.   

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:            LinkedIn           ,           Instagram           e           Facebook           !

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade