Consumo sem sair de casa continua forte

Avaliação:

(1 Avaliação)

Alessandra Morita e Fernando Salles - redacao@savarejo.com.br -

Saiba como agir se seu supermercado perdeu clientes durante a pandemia

Conforme os primeiros casos de Covid-19 no Brasil eram confirmados, os brasileiros passavam a migrar seu consumo para dentro do lar. O comportamento começou antes de qualquer decreto governamental, se intensificou durante a quarentena e tende a seguir pelo menos por alguns meses.

Mesmo nas cidades onde houve reabertura de comércios e serviços, o movimento em bares e restaurantes segue bem abaixo do período anterior ao coronavírus. É algo natural. A pandemia representa a maior tragédia da história brasileira e o medo do contágio não se resolve de uma hora para outra.

A Rede Dia , com suas lojas de proximidade, observou aumento nas compras realizadas pelo consumidor que ficou em casa, cumprindo as recomendações de isolamento social. Esse público tem tíquete de 30% a 35% superior ao dos shoppers de unidades de passagem, que ficam no trajeto entre a residência e o trabalho ou são frequentadas no horário de almoço, conta Renato Giarola, Chief Commercial Officer do Dia Brasil, 880 unidades no País, considerando próprias e franquias.

Fonte: CNI/ Instituto FSB Pesquisa – 2.005 consumidores ouvidos em todo o Brasil entre 2 e 4 de maio

Mesmo formatos de loja até então adormecidos foram beneficiados por esse novo comportamento. Os hipermercados atraíram 560 mil novos lares brasileiros, segundo dados da Kantar referentes ao início da pandemia, justamente por permitirem ao cliente comprar tudo em um único local. Essas migrações de canais exigem alguns questionamentos pelo varejista. Para Andre Felicissimo, VP de vendas da P&G , será necessário entender se, depois da crise, as pessoas se manterão fiéis à loja que frequentaram durante a quarentena. “É provável que sim. Então, como atrair de volta esse consumidor que parou de comprar no supermercado a que ia antes da crise? A resposta está na confiança entre indústria e varejo para analisar dados conjuntamente e entender a fundo o comportamento dos clientes”, avalia o executivo.

“Se nos últimos anos o consumidor tinha elevado de 5 para 7 o número médio de pontos de venda em que compra ao mês, agora está reduzindo. Cada varejo precisa pensar em ser uma dessas lojas escolhidas. Quem está cuidando bem do consumidor vai ganhar agora e no futuro”

ANDRE FELICISSIMO
VP de Vendas da P&G

 

“Praticamente toda a nossa produção está destinada ao autosserviço neste momento. Crescemos duplo dígito nesse canal, com destaque para supermercados de vizinhança. Já o cash & carry caiu bastante porque transformadores e pequenos varejos pararam. Notamos ainda uma migração de clientes desse formato para o hipermercado e deste para o supermercado mais próximo de casa. Mas uma coisa em comum é que a cesta de compra aumentou bastante

RAFAEL ANDRADE
VP de Vendas Heineken Brasil

 

Esta matéria integra reportagem especial de SA Varejo sobre transformações profundas, quebra de paradigmas e evoluções no varejo na pandemia que permanecerão gerando impactos. Clique nos links para conferir todos os textos: 

Loja física deve oferecer objetividade na jornada de compra 

Em algumas categorias, nível de consumo deve seguir acima do período pré-Covid

E-commerce é o principal legado da pandemia

Concorrência digital avança sobre as vendas de alimentos

Colaboração entre varejo e indústria ganha produtividade

JBP vive adaptação à nova realidade

Promoções devem ser mais simples e diretas

Varejo e indústria precisarão revisar sortimento

Ruptura: novidades na busca por índices menores

Expansão exige precisão cirúrgica

Fluxo de caixa: é hora de maior disciplina na gestão

Novo shopper exige transparência e confiança do seu supermercado

Relação com funcionários passa por mudanças rápidas

Aliar experiência a novos aprendizados é fundamental aos empresários do setor

 

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:         LinkedIn      ,        Instagram       e        Facebook      !

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade