Compre Bem terá e-commerce em mais de 30 cidades do interior paulista

Avaliação:

(2 Avaliações)

Reportagem SA Varejo -

Vendas já começaram na região do Vale do Paraíba e em Sorocaba. Pagamento é realizado no momento em que o cliente retira os produtos, seja em seu endereço ou na loja

Compre Bem , bandeira de supermercados do GPA focada no consumidor local, terá, em breve, operação de comércio eletrônico nas 21 cidades do interior paulista em que opera loja, além de atender pelo menos outros 10 municípios próximos. Em algumas localidades, a rede será pioneira em e-commerce alimentar.

A fase de testes começou há duas semanas com vendas pela internet em Caçapava, Guaratinguetá e Taubaté. Desde ontem (21/5), consumidores de Sorocaba também já podem fazer pedidos online. A iniciativa conta com um plano de expansão para levar o serviço em quatro novas lojas a cada duas semanas. 

Inicialmente, o serviço, batizado de "Compre Bem Delivery", terá duas modalidades de entrega para o consumidor: ‘delivery’, quando o cliente realiza a compra pela plataforma e solicita a entrega no endereço que desejar dentro da área de cobertura. E ‘clique e retire’, quando o cliente pode optar por buscar a compra já separada na loja mais próxima que já esteja operando o serviço. Em ambos os casos, o prazo de entrega é de até 24 horas após a confirmação do pedido e o pagamento é realizado no momento em que o cliente retira os produtos, seja em sua residência ou na unidade.

Os pedidos do Compre Bem Delivery são executados pelas lojas físicas da bandeira. Para a operação, a rede contratou novos colaboradores que ficam totalmente dedicados às funções necessárias para o supermercado online, como os shoppers, que são responsáveis pelas separações dos produtos, e também colaboradores para o atendimento ao cliente, que funciona por e-mail e aplicativo de mensagem instantânea.

Essa operação estava planejada pelo Compre Bem para estrear somente em 2021, no entanto o avanço do e-commerce brasileiro durante a pandemia fez a companhia antecipar o lançamento.  “O sistema de gestão que usamos no Compre Bem já tinha a opção de comércio eletrônico integrado. Só precisávamos fazer as customizações para o modelo de negócios da empresa, definir as questões operacionais e de logística”, comentou Sérgio Leite, diretor-executivo do Compre Bem, ao jornal Valor Econômico.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:     LinkedIn  ,    Instagram   e    Facebook  !

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade