“Lucros e Perdas não são mais suficientes para avaliar empresas”

Avaliação:

(6 Avaliações)

Sergio Alvim -


Foto: divulgação

Segundo o professor de Harvard, George Serafeim, em matéria da Exame, “lucros e Perdas não são mais suficientes para avaliar empresas”. Diante de todas as transformações que vêm acontecendo no mercado, ele não está errado! Um exemplo é o avanço dos debates em torno do termo ESG, que trata dos investimentos ambientais, sociais e de Governança Corporativa por parte das empresas. O tema inclusive foi capa da edição de novembro da Revista SA Varejo .

Serafeim defende a importância de colocar um valor em $ no impacto de produtos e operações sobre pessoas e o planeta, e depois somá-lo ou subtraí-lo dos lucros das empresas. Isso é, no mínimo, interessante.

“Sem monetizar os impactos, ficamos com a ilusão de que as empresas não têm impacto”, afirma.

O bom é que já tem muita empresa, inclusive no Brasil, buscando formas de ajudar a melhorar a sociedade que, apesar da riqueza, enfrenta mazelas como o racismo, um abismo crescente entre ricos e pobres e danos à natureza. A pandemia de coronavírus tornou essa busca mais urgente!

Esse é um tema do qual ainda vamos ouvir falar muito. Então convido vocês a lerem a nossa reportagem sobre ESG e como ele está movimentado o setor. Vale a pena! 

Para ler, clique aqui. 

 

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade