Velho "faro para negócios" e análise de dados devem andar lado a lado

Avaliação:

(2 Avaliações)

Sergio Alvim -


Foto: divulgação

O velho "faro para os negócios" vem perdendo espaço para os dados, que indicam com precisão as principais tendências e permitem fazer análises inimagináveis até bem pouco tempo atrás. Se antes os negócios precisavam ser colocados à prova na prática, hoje é possível testar tudo antes mesmo do lançamento e, caso necessário, mudar os rumos da empresa rapidamente.

Como empreendedor, não acredito que o “velho faro” vai acabar de vez. Até porque, muito de um negócio ainda está relacionado ao tato é à intuição do dono. Mas sei que esses pontos sozinhos já não são mais suficientes para garantir a perenidade de uma empresa. Eles precisam andar lado a lado com os dados, inovação, tecnologia e, claro, um bom Time.

E como disse Tallis Gomes, fundador da Easy Taxi e um dos principais nomes do empreendedorismo no Brasil, em uma matéria da Época Negócios, “na economia 4.0, o gestor deixou de ser um simples administrador para se tornar um cientista de dados”.

Ainda segundo Talles, hoje existem dois tipos de empresas: as guiadas por dados e as que vão quebrar. Apesar de ser uma declaração forte, ela é bem realista e vejo que estamos caminhando para isso.

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade